Tamanho do texto

Em comunicado, inglês revelou que se tornará diretor técnico de associação dos árbitros profissionais do Reino Unido

Um dos melhores árbitros do mundo anunciou a sua aposentadoria. Ao 43 anos, Howard Webb, responsável por apitar a final da Copa do Mundo de 2010 entre Espanha e Holanda, anunciou a decisão e ainda revelou que vai se tornar diretor técnico da Professional Game Match Officials Board, a associação dos árbitros profissionais do Reino Unido.

"Estou muito animado de começar esse novo capítulo da minha carreira após 25 anos maravilhosos no campo", escreveu Webb. "Passei mais de uma década com o melhor assento da casa para os jogos da Premier League, e tive sorte o bastante para estar em nove torneios FIfa e Uefa, além de ter atuado em finais de Champions League e Copa do Mundo", acrescentou.

Polêmico, o árbitro já foi rotulado como “torcedor do Manchester United” por ter "favorecido" a equipe em diversos jogos que apitou os quais envolvia o clube. Entre alguns exemplos, está o confronto entre United e Liverpool pela Copa da Inglaterra. Ele assinalou um pênalti inexistente em Berbatov e expulsou corretamente Gerrard na vitória por 1 a 0. Ryan Babel, então no Liverpool, publicou uma montagem, na qual Webb aparece com uma camisa do Manchester, para satirizar o árbitro.

Porém, a grande polêmica de sua carreira foi, justamente, a atuação na final da Copa do Mundo de 2010. Espanha e Holanda protagonizaram um jogo mais violento do que o normal e muitos criticaram Webb por ele ter sido pouco rigoroso na partida e também pode não ter expulsado o volante holandês De Jong, que acertou o peito do espanhol Xabi Alonso com a sola da chuteira. O jogo teve apenas um expulso: o zagueiro holandês Heitinga.

Entre os vários jogos importantes que apitou, Webb foi o juíz de Inter de Milão e Bayern de Munique, duelo da final da Liga dos Campeões da temporada de 2009/2010. Ex-policial, o último jogo que apitou foi o empate por 1 a 1 entre Brasil e Chile, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, em 28 de junho. Durante o duelo, o juiz distribuiu sete cartões amarelos. Na última Copa, ele também apitou o duelo entre Colômbia e Costa do Marfim, pela fase grupos da competição.

"A arbitragem me deu muita coisa na vida, mas agora é hora de passar meu conhecimento", encerrou o agora ex-árbitro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.