Tamanho do texto

Diretoria do clube finalizou o processo de inscrição na CBF, após receber os documentos do chinês Ghangzou Evergrande

Renato Cajá está perto de reestrear pela Ponte Preta
PontePress/DJotaCarvalho
Renato Cajá está perto de reestrear pela Ponte Preta

Repatriado pela Ponte Preta durante a pausa para o Mundial, o meio-campista Renato Cajá está prestes a voltar ao gramado do Moisés Lucarelli. Nesta segunda-feira, a diretoria do clube finalizou o processo de inscrição na CBF, após receber os documentos do Ghangzou Evergrande, da China, e aguarda o reconhecimento do nome do atleta no BID para coloca-lo à disposição da comissão técnica.

Com contrato no Oriente até 2015, Cajá voltou a Campinas por empréstimo até dezembro. Entretanto, a equipe pode revalidar o empréstimo por mais um ano, com prioridade para exercer o direito de compra. Além de aguardar a regularização do passe, o meio-campista aproveita para aprimorar as condições físicas. Apesar de estar treinando com a equipe desde o último mês, o jogador não atua em uma partida oficial desde maio.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B

Se o boletim da CBF confirmar a inscrição durante a semana, é provável que o camisa 10 votla na partida contra o Bragantino, pela Série B do Brasileiro. A possível reestreia do ídolo é mais um aspecto para incentivar a presença da torcida, acompanhado da proximidade do aniversário do clube, que completa 114 anos na segunda-feira, dia 11. Para atrair os torcedores, a diretoria fez questão de diminuir vertiginosamente o preço dos ingressos: aqueles com camisa do time pagam apenas R$ 5,00 na entrada.

Essa será a terceira passagem do armador pela Ponte. Após se destacar entre 2008 e 2009, quando participou do vice-campeonato paulista conquistado pela equipe em seu primeiro ano na Ponte, Renato só voltou ao interior paulista em 2011, quando contratado por empréstimo junto ao Ghanzgou Evergrande (atual detentor do passe do atleta), conduziu a equipe ao acesso à elite do futebol nacional.

Sinal de alerta

Apesar do provável reforço do meio-campista Renato Cajá, o técnico Guto Ferreira enfrenta um momento delicado à frente da equipe.

Sem vencer há cinco rodadas, tendo somado apenas três pontos em doze disputados após a Copa do Mundo, o time tem desfalques no esquema titular que atormentam o comandante ponte-pretano. Suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, o zagueiro Gilvan está fora da partida contra o Bragantino, abrindo espaço para Raphael Silva e Luan disputarem vaga para compor a defesa ao lado de Tiago Alves, já que o titular Diego Sacoman segue fora por conta de lesão.

O atacante Edno, que não atuou nas duas partidas, deve passar por avaliação médica para saber se tem condições de voltar ao time. Caso possa atuar, disputará vaga com Roni ou Cafu para integrar a linha de frente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.