Tamanho do texto

Se não tem recebido o apoio da torcida ultimamente, atacante conta com o apoio irrestrito do treinador, Ricardo Gareca

Leandro em ação pelo Palmeiras
Djalma Vassão/Gazeta Press
Leandro em ação pelo Palmeiras

Um dos destaques do Palmeiras na temporada passada, o atacante Leandro ainda não conseguiu repetir em 2014 as boas atuações de 2013. No empate por 1 a 1 contra o Bahia, neste domingo, no Pacaembu, o jogador foi vaiado pela torcida em alguns momentos.

"Sempre procurei fazer a minha parte. Eles (torcedores) têm todo o direito de vaiar ou aplaudir, e respeito opinião deles. Se acham que não estou fazendo como querem, paciência, vou procurar melhorar. Quem joga, está sujeito a errar e acertar", disse Leandro após o jogo contra os baianos.

Se não tem recebido o apoio da torcida ultimamente, Leandro conta com o apoio irrestrito do treinador, Ricardo Gareca. "É jovem e acredito muito nele. A torcida pode não estar gostando de algumas coisas dele, mas é um grande jogador".

O mau momento de Leandro é compartilhado pelo time. Como mandante, o Palmeiras venceu apenas duas partidas no Campeonato Brasileiro, empatou uma e perdeu três. Em 14º, com 14 pontos, a equipe alviverde não vence há sete rodadas e convive com uma perigosa proximidade da zona de rebaixamento: a distância para o Coritiba, 17º colocado, é de três pontos.

"A responsabilidade nossa em casa é vencer. Claro que torcedor sempre quer vitória jogando bem, mas o que importa é a vitória, jogando bem ou mal. Como não vêm vitorias, temos que colocar a cabeça no lugar, ver o que estamos errando para trabalhar e procurar acertar", completou Leandro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.