Tamanho do texto

No Couto Pereira, arbitragem prejudicou andamento da partida e os dois times não conseguiram ir além do 0 a 0

Uma vitória conquistada no Couto Pereira deixaria o Corinthians distante apenas três pontos do líder Cruzeiro. Entretanto, com a ausência do peruano Guerrero, o Corinthians esbarrou na marcação mandante e não passou de um empate sem gols com o Coritiba, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Com o resultado, o Alvinegro atinge os 24 pontos, ficando a cinco unidades do Cruzeiro. Por sua vez, o Coritiba, com 11 somados, segue na incômoda zona do rebaixamento.

Coritiba e Corinthians maltrataram a bola. Romarinho substituiu Guerrero e não foi bem
CLEBER YAMAGUCHI/Agência Eleven/Gazeta Press
Coritiba e Corinthians maltrataram a bola. Romarinho substituiu Guerrero e não foi bem

Os comandados de Mano Menezes voltam a campo no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), para medirem forças com o Santos, na Vila Belmiro. Já a equipe de Celso Roth tem pela frente o Fluminense, no sábado, às 21 horas, no Maracanã.

Antes da bola rolar em Curitiba, os visitantes receberam uma péssima notícia. Após ser atingido por uma saboneteira, no hotel, o meia Lodeiro foi vetado pelo departamento médico, que diagnosticou a necessidade de impor pontos em seu pé. Assim, o uruguaio, que disputou a última Copa do Mundo, teve sua estreia adiada e não possui previsão de debutar.

O jogo - Com uniformes listrados, que prejudicavam a identificação dentro das quatro linhas, Coritiba e Corinthians protagonizaram um primeiro tempo muito disputado, pautado pelo contato físico. Assim, a primeira chance do confronto veio aos três minutos. Após falta cometida por Gil em Zé Love, Alex foi para a cobrança e exigiu defesa providencial de Cássio, que voou no ângulo direito para espalmar.

Além da forte marcação imposta pelas equipes, os chutes de longe também se mostraram uma boa opção pelo estado do gramado paranaense, que apresentava muitas regiões alagadas, contrastando com o forte sol. Assim, com 18 jogados, Norberto recebeu na ponta direita e arriscou firme. Porém, no meio do gol, o arqueiro alvinegro praticou uma firme defesa, sem dar rebote.

A primeira chance do Corinthians veio aos 27 minutos. Acionado na intermediária, Petros arriscou o chute, mas viu Vanderlei pular no canto direito para praticar a defesa. No ataque seguinte, Jadson finalizou colocado, mas mandou rente à trave esquerda.

Quando o relógio apontou a marca dos 35 minutos, o clube paulista reclamou de um pênalti. Acionado em liberdade no meio-campo, Romarinho invadiu a área, driblou o goleiro e desabou. Porém, bem posicionado, o gaúcho Leandro Pedro Vuaden flagrou a tentativa de simulação e mandou o jogo seguir.

Antes de retornar aos vestiários, o Corinthians ficou próximo de inaugurar o marcador. Welinton cometeu falta em Elias e, na cobrança, Jadson finalizou colocado, com precisão. Entretanto, Vanderlei pulou no ângulo esquerdo e manteve o placar no zero.

Insatisfeito com a postura alvinegra, logo aos 11 minutos, o técnico Mano Menezes sacou o atacante Ángel Romero e colocou Renato Augusto, adaptando o esquema 4-5-1. A resposta tática de Celso Roth foi a entrada do volante Hélder no posto do sumido meia Dudu Figueiredo. Com a marcação encaixada, o Coritiba usava os contragolpes para chegar com perigo. Em um deles, com 19 jogados, Fagner parou Zé Love com uma falta e acabou expulso.

Com um a menos, Mano Menezes recompôs seu setor defensivo, sacando o camisa 10 Jadson e promovendo a entrada de Guilherme Andrade. Em vantagem numérica, o comandante do Coritiba sacou o volante Germano e colocou o veloz atacante angolano Geraldo. Entretanto, mesmo mantendo a posse de bola, os mandantes não encontraram espaços para levar perigo a Cássio e foram incapazes de tirar o marcador do zero.

FICHA TÉCNICA - CORITIBA-PR 0x0 CORINTHIANS-SP

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba-PR
Data: 3 de agosto de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison-RS e Rafael da Silva Alves (Asp.Fifa-RS)
Cartões amarelos: Alex, Luccas Claro e Zé Love (Coritiba-PR); Ángel Romero e Fagner (Corinthians-SP)
Cartão vermelho: Fagner (Corinthians-SP)

CORITIBA-PR: Vanderlei; Reginaldo, Luccas Claro, Welinton e Dener Assunção; Baraka e Germano (Geraldo); Norberto, Alex e Dudu Figueiredo (Hélder); Zé Love (Keirrison)
Técnico: Celso Roth

CORINTHIANS-SP: Cássio; Fagner, Gil, Cléber e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros e Jadson (Guilherme Andrade); Ángel Romero (Renato Augusto) e Romarinho (Luciano)
Técnico: Mano Menezes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.