Tamanho do texto

Time encara o Atlético-PR neste domingo e terá que se apresentar ao técnico apenas horas antes da partida

Levir Culpi, técnico do Atlético-MG
Getty Images
Levir Culpi, técnico do Atlético-MG

O técnico Levir Culpi tomou uma atitude relativamente comum nos países da Europa, mas pouco usual no Brasil. O treinador acabou com a famosa concentração antes dos jogos, com isso, os atletas do Atlético-MG ficam liberados e só se apresentam horas antes das partidas.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

A mudança já começa a valer neste domingo, quando o time enfrenta o Atlético-PR no Independência. Os atletas vão se apresentar às 11h, para o duelo que começa às 18h30. Levir Culpi deixou claro para os comandados que caso os jogadores não cumpram o combinado ele sairá do clube.

"Temos uma tabela apertada, com várias viagens no meio e com horários ruins. Por conta disto, eu estou tirando a concentração dos jogadores neste jogo. Eles vão ficar em casa, com a família, e irão se apresentar aqui, no domingo, às 11h, para jogar. A decisão é minha e ela é por conta do calendário ridículo do futebol brasileiro. É uma troca de profissionalismo, um teste que eu estou fazendo com eles. Juntos nós temos que subir, ter responsabilidade. Se não houver reciprocidade, quem vai sair será eu", declarou.

Levir Culpi entende que chegou o momento de se fazer uma revolução no futebol brasileiro. "É engraçado, muito se falar que o futebol brasileiro tem que evoluir. Lá fora é feito isto, no Japão, no Brasil, a gente não concentrava. Só que eles têm que estar em casa. Eles não podem estar na noite. Se eu não tiver confiança, esta união entre a comissão técnica e jogadores é porque não existe capacidade nenhuma de mudar", afirmou.

O treinador atleticano deixa claro que a decisão é dele, mesmo encontrando posições divergentes na diretoria. "A decisão foi minha. O Maluf foi contrário, ele não vê desta maneira. Mas é por isto que eu digo, ou a gente consegue fazer uma coisa para mudar a situação, ou vamos continuar da mesma forma. Se eles (jogadores) não entenderem isto, aqui não é o lugar para mim. Vai ser assim, espero que eles entendam", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.