Tamanho do texto

Gol da classificação inédita foi marcado pelo atacante Juba, nos acréscimos, após falta cobrada por Felipe Athirson

Após avançar de fase pela primeira vez na Copa do Brasil, em 103 anos de história, o Novo Hamburgo segue surpreendendo na competição nacional. Na noite desta quarta-feira, a equipe recebeu o ABC-RN , no Estádio do Vale, e reverteu a vantagem sofrida em Natal, pelo placar mínimo, aplicando 2 a 0. O gol da classificação inédita para as oitavas de final veio com o atacante Juba, nos acréscimos, após falta cobrada por Felipe Athirson.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Copa do Brasil

Além da posição entre os 16 melhores clubes do torneio, a equipe gaúcha segue com calendário até o fim da temporada. Já que, caso fosse eliminado, os comandados de Itamar Schulle não disputariam mais nenhuma competição organizada pela CBF. Entretanto, a surpresa ainda não conhece seus adversários nas oitavas de final, já que os confrontos das oitavas serão definidos em sorteio.

O jogo

Precisando balançar a rede visitante, o Novo Hamburgo teve dificuldades em superar o esquema 3-5-2 de Zé Teodoro no início. Porém, aos 27 minutos do primeiro tempo, o clube da casa foi para as redes. Preto recebeu no setor direito e realizou um belo passe para Afonso, por entre as pernas da marcação. O defensor invadiu a área e, cara a cara com Gilvan, encheu o pé, estufando as redes.

Na segunda etapa, o clube do Sul seguiu determinado a conseguir a classificação no tempo regulamentar. Aos três minutos, Juba recebeu na área, mas caiu ao receber a marcação do lateral-esquerdo Luciano Amaral. Porém, o dianteiro preferiu desabar e acabou punido com o cartão amarelo, já que o árbitro Bráulio da Silva Machado estava em cima do lance.

Com 13 jogados, o técnico do ABC sacou o zagueiro Suéliton e promoveu a entrada de Somália, ex-Botafogo. Com mais ofensividade, o ABC criou boas chances para empatar. Aos 19 minutos, Daniel Amora avançou ao ataque, cortou a marcação e, na área, finalizou firme. Porém, parou em Vinícius, que praticou defesa milagrosa. Quando o relógio apontou a marca dos 24, Xuxa, substituto de Júnior Timbó, cruzou na medida para Rodrigo Silva, mas viu o centroavante testar à direita do goleiro.

A resposta do Novo Hamburgo veio aos 26 minutos. Em contragolpe rápido, Juba acionou Douglas na ponta direita. O camisa 9 invadiu a área, porém, ao invés de concluir, preferiu retribuir a gentileza e viu a zaga mandante afastar o perigo.

Entretanto, quanto a partida se encaminhava para os pênaltis, o Novo Hamburgo fez o gol da classificação histórica. Substituto de Preto, Felipe Athirson alçou a bola na área e viu Juba, de costas, desviar, sem dar chances para Gilvan.

FICHA TÉCNICA - NOVO HAMBURGO-RS 2 x 0 ABC-RN

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo-RS
Data: 30 de julho de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado-SC
Assistentes: Carlos Berkenbrock-SC e Ângelo Rudimar Bechi-SC
Cartões amarelos: Juba e Júlio Santos (Novo Hamburgo-RS); Suéliton e Xuxa (ABC-RN)

GOLS: Afonso (aos 27’ do 1T) e Juba (aos 46’ do 2T)

NOVO HAMBURGO-RS: Vinícius; Afonso (Celsinho), Fred, Júlio Santos e Peixoto; Alberto, Jonas (Rafinha), Jônatas e Preto (Felipe Athirson); Juba e Douglas
Técnico: Itamar Schulle

ABC-RN: Gilvan; Suéliton (Somália), Marlon e Diego Jussani; Renato, Fábio Bahia, Daniel Amora, Junior Timbó (Xuxa), Lúcio Flávio (João Paulo) e Luciano Amaral; Rodrigo Silva
Técnico: Zé Teodoro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas