Tamanho do texto

Time não marca há quatro jogos e espera voltar a fazer gols nesta quarta-feira, contra o Vasco, às 22 horas (de Brasília)

A Ponte Preta ainda não marcou gols depois do fim da Copa do Mundo. Já são quatro jogos sem balançar as redes, mas, para o duelo desta quarta-feira, contra o Vasco , às 22h (de Brasília), em São Januário, pela Copa do Brasil, a equipe precisa de resolver o problema. Por isso, o técnico Guto Ferreira dedicou o treino da manhã desta terça-feira para tentar corrigir a falha nas finalizações.

Durante a atividade realizada no Moisés Lucarelli, os jogadores deram mais de uma centena de chutes. Porém, somente cerca de 15 bolas acabaram entrando, fato que não parece causar muita dor de cabeça ao treinador.

Confira a tabela completa, classificação, artilharia e notícias da Copa do Brasil

"Pude perceber que alguns jogadores se mostraram bastante maduros. Pelos últimos jogos, pude perceber que acabamos pecando neste fundamento. Faltou matar as partidas. E só há uma maneira de melhorarmos isso: com trabalho", afirmou. "O aproveitamento também se deve muito ao bom trabalho dos nossos goleiros, que defenderam muitas bolas", minimizou.

A Ponte chegará ao São Januário em desvantagem, uma vez que o Vasco venceu a primeira partida, fora de casa, por 2 a 0. Quem vencer, avança para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Para o duelo, Guto Ferreira pretende fazer várias mudanças na equipe. Inscritos por outros clubes no torneio, o lateral-esquerdo Bryan, os zagueiros Gilvan e Tiago Alves e o volante Elton estão fora. Já o atacante Edno será poupado e substituído por Cafu.

Pelo lado direito, pode acontecer a estreia de Rodinei, que chegou ao clube no recesso para a Copa do Mundo. Ele disputa vaga com o antigo titular Daniel Borges. Na zaga, Diego Sacoman, que estava lesionado deste antes do Mundial, pediu para não jogar. Assim, Raphael Silva deve formar dupla com Luan.

A Ponte Preta deve ir a campo com a seguinte escalação: Roberto; Daniel Borges (Rodinei), Raphael Silva, Luan e Magal; Adilson Goiano, Juninho, Alef e Adrianinho; Cafu e Rafael Costa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas