Tamanho do texto

"Queria agradecer à torcida e pedir desculpas por aquilo que não funcionou", disse o técnico após anunciar a saída

Após a queda de Marquinhos Santos na derrota do Bahia neste sábado, a rodada do Campeonato Brasileiro fez mais uma vítima neste domingo. Em casa, o Grêmio levou a virada do Coritiba , amargou o revés por 3 a 2 e Enderson Moreira entregou o cargo. Ao lado do presidente Fábio Koff, aproveitou a entrevista coletiva para anunciar que tinha chegado a um acordo com a diretoria tricolor sobre a sua saída.

"Queria publicamente aqui, depois desse acordo com a diretoria e o presidente, agradecer à torcida e pedir desculpas por aquilo que não funcionou. Foram quase sete meses de trabalho árduo sem nenhum tipo de problema, algumas coisas foram feitas e executadas de forma muito tranquila para que a gente não tivesse algum tipo de comprometimento. O Grêmio está no caminho certo. Falta dar a liga suficiente para conquistar aquilo que tem pela frente", disse o treinador.

Enderson apenas comunicou a sua saída, bem emocionado, e não abriu para perguntas aos jornalistas. O treinador já vinha balançado no cargo, e, depois de não conseguir fazer o Grêmio jogar bem neste Campeonato Brasileiro, decidiu, junto com a diretoria, deixar o cargo. O Tricolor ocupa apenas a 10ª colocação, com 19 pontos, e tem o Vitória pela frente na próxima rodada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas