Tamanho do texto

Técnico quer usar força máxima no Campeonato Brasileiro contra Chapecoense e, depois, diante do Internacional

Oswaldo de Oliveira, treinador do Santos, deverá dar uma folga aos seus titulares
Flickr oficial do Santos
Oswaldo de Oliveira, treinador do Santos, deverá dar uma folga aos seus titulares

O Santos recebe a Chapecoense neste sábado pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro , mas também já monta o planejamento para os jogos seguintes. Isso porque, na próxima quinta, o time de Oswaldo de Oliveira faz o primeiro duelo contra o Londrina, pela terceira fase da Copa do Brasil , no Estádio do Café. Após o confronto, o alvinegro terá o Internacional, domingo, no Beira-Rio.

Com todas essas situações, viagens e jogos importantes, Oswaldo de Oliveira já avisou que pretende promover um rodízio nas escalações.

"Estou preocupado com o cansaço. Para quinta, minha ideia é poupar todos os titulares, exceto o Aranha, que prefiro que jogue. É inviável pensar em jogarmos na quinta e, depois, mantermos o mesmo nível já no domingo, contra o Inter", explicou o treinador, que frequentemente reclama do calendário.

Apesar de já revelar seu planejamento, Oswaldo de Oliveira lembra que, para colocar em prática a ideia de rodízio, é fundamental que o time vença a Chapecoense neste sábado, na Vila Belmiro, com time completo.

"Claro que isso passa por conseguirmos o resultado diante da Chapecoense, na Vila. Se perdermos, vamos completos (na quinta). Ainda estou analisando, mas penso seriamente em preservar (os titulares) na Copa do Brasil".

O segundo e decisivo duelo entre Santos e Londrina, que decidirá o classificado para as oitavas de final da competição, está marcado para 14 de agosto, uma quinta-feira, na Vila Belmiro.

Após uma semana de clássico contra o Palmeiras e confronto contra o Fluminense em Volta Redonda (RJ), o Santos teve a semana inteira para descansar e treinar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas