Tamanho do texto

Diante do Goiás, treinador comandará o São Paulo pela 422ª vez, se igualando como o segundo que mais comandou o time

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo
Dhavid Normando/Futura Press
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo

Muricy Ramalho está prestes a atingir mais uma importante marca no São Paulo. No domingo, diante do Goiás, o treinador comandará o time pela 422ª vez, igualando-se a José Poy como segundo técnico com mais jogos à frente do clube.

"Acho legal todas as vezes em que falam de treinadores como Telê e Poy, porque são pessoas de quem gostei muito. O ‘seu’ Zé (Poy) ficou comigo no juvenil, no profissional e é legal lembrar, mas não tenho nenhuma loucura por números. Se não me falam, eu nem fico sabendo", afirmou.

Já para se tornar o líder do ranking de técnicos, Muricy terá de alcançar Vicente Feola, que comandou o Tricolor em 532 partidas. Ciente de que ainda está longe do topo, o treinador brinca e pede paciência da diretoria.

"Eles é que precisam ter paciência comigo, porque é difícil o dirigente ter. Tomara que eu consiga chegar, mas não é fácil, porque o Feola ficou por muitos anos. Espero que dê certo, pois minha intenção é parar aqui mesmo, e tomara que tenham paciência comigo", comentou.

Ex-auxiliar de Telê Santana no clube, Muricy Ramalho estreou no comando da equipe no dia 23 de janeiro de 1994, na goleada por 4 a 1 sobre o Santo André. De lá para cá, o treinador tem como títulos mais expressivos pelo São Paulo o tricampeonato brasileiro, em 2006, 2007 e 2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.