Tamanho do texto

Aeronave da Air Algerie, que desapareceu dos radares nesta quinta-feira, ia de Burkina Fasso à capital argelina

Um avião da companhia aérea Air Algerie, com 116 pessoas a bordo, desapareceu dos radares quando seguia de Ouagadougou, capital de Burkina Fasso, para Argel, capital da Argélia, segundo funcionário do governo francês e da agência de notícias argelina, nesta quinta-feira. E, por um momento, pensou-se que o avião já havia pertencido ao Real Madrid, o que foi posteriormente desmentido.

Avião desaparecido no continente africano pertenceu ao Real Madrid entre 2007 e 2008
Divulgação
Avião desaparecido no continente africano pertenceu ao Real Madrid entre 2007 e 2008


A aeronave desparecida foi confudida com "A Seta", avião que pertenceu ao Real  Madrid entre 2006 e 2007 e ganhou o apelido em homenagem ao ex-jogador Di Stéfano, apelidado de "A Seta Loira". O jornal El País esclareceu a questão e desmentiu a informação inicial.

O voo AH5017 da Air Algerie pertencia à empresa espanhola Swiftair, e o sindicato dos pilotos da Espanha confirmou que o avião era operado por uma tripulação espanhola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.