Tamanho do texto

Volante ainda afirmou que está se sentindo "mais leve e solto" nesse retorno ao time paulista

Elias fez o primeiro gol do Corinthians na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia
Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta Press
Elias fez o primeiro gol do Corinthians na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia

O gol de Elias, que abriu a vitória por 3 a 0 do Corinthians sobre o Bahia, nesta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, foi o primeiro do volante em jogos oficiais desde o seu retorno ao clube, que aconteceu na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional. Com mais ritmo de jogo, segundo sua própria avaliação, o volante espera melhorar ainda mais o condicionamento físico ao longo da próxima semana, que será composta somente por treinamentos.

"Estou me sentindo mais leve, mais solto. Nos primeiros jogos, é normal você ficar meio preso, achar que os outros estão mais rápidos que você. Fiquei seis meses sem disputar um jogo oficial. Mas estou trabalhando duro, nesse jogo (contra o Bahia) consegui chegar mais à área", afirmou Elias, em entrevista coletiva concedida após o treino desta quinta-feira.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Assim como o volante, a equipe do Corinthians também apresentou uma evolução, e a exibição contra o Bahia foi apontada pelo técnico Mano Menezes como uma das melhores do time no ano.

"Ele (Mano) sempre deixou bem claro para a gente que o importante é vencer, mas mais importante ainda é jogar bem. Jogando bem, você fica mais próximo das vitórias. A gente estava trabalhando duro para tentar jogar bem e fazer as coisas da melhor maneira", disse o volante.

Apesar das diferenças na disposição tática, principalmente em relação ao número de atacantes, Elias enxerga o Corinthians atual estrategicamente idêntico ao vitorioso time de 2009, quando Mano Menezes também era o técnico.

"Comparando as duas equipes, o Petros faz o trabalho do Jorge Henrique. Acho que, taticamente, não mudou nada. Ele (Mano) joga com um meia, dois jogadores abertos e um centroavante. O futebol está ficando meio padronizado", afirmou.

Elias também falou sobre o clássico do fim de semana. Nos últimos anos, a rivalidade entre Corinthians e São Paulo ganhou força, e alguns torcedores alvinegros começaram a enxergar no Tricolor seu principal oponente. Para o volante, entretanto, o maior rival dos corintianos continua sendo o Palmeiras, adversário deste domingo, na Arena Corinthians, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"O Palmeiras será o rival eterno do Corinthians", afirmou Elias.

Revelado pelo Palmeiras, clube pelo qual atuou durante oito anos, mas corintiano desde a infância, Elias elegeu o Dérbi do Campeonato Paulista de 2009 como o mais marcante que já disputou.

"Foi aquele em Prudente, que a gente não venceu, mas ficou um gostinho bem saboroso na boca. Empatamos no último minuto, com um gol do Ronaldo, de cabeça. Foi o primeiro dele na volta (ao Brasil), até caiu o alambrado (durante a comemoração do gol, o Fenômeno e alguns torcedores se apoiaram no alambrado, que cedeu)", recordou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas