Tamanho do texto

Clube está sem vencer há cinco partidas no Brasileirão e busca a recuperação diante de adversário que está bem na Série B

Ricardo Gareca: técnica busca primeira vitória no Palmeiras
Alexandre Schneider/Getty Images
Ricardo Gareca: técnica busca primeira vitória no Palmeiras

Sem vencer há cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras atua em outra competição com o anseio de chegar mais forte em um clássico diante do maior rival. Às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira, em partida de ida pela terceira fase da Copa do Brasil, o time visita o Avaí em Santa Catarina tentando adquirir confiança para enfrentar o Corinthians no domingo.

Tanto os jogadores quanto Ricardo Gareca adotam discurso de deixar o clássico de lado, mas já falam do duelo do fim de semana como um encontro "inesquecível e histórico". Para chegar melhor ao confronto, então, nada melhor do que, enfim, buscar um bom resultado sob o comando do técnico que só perdeu em dois jogos com o time.

"O time precisa de uma sequência de vitórias para ter mais confiança e voltar a estar bem nas competições que disputamos", admitiu Felipe Menezes. "O time precisa ganhar, a vitória dá mais confiança a todos. Temos que ir melhorando algumas coisas, trabalhar mais alguns aspectos, mas sabendo que torcida e todos nós acreditamos no nosso trabalho", completou Gareca.

Para alcançar a primeira vitória com o argentino no banco, a equipe terá que superar a sua própria falta de entrosamento. Do time que perdeu para o Cruzeiro no domingo, Lúcio e Eguren não estão em Florianópolis por estarem machucados e Wendel, Tobio, William Matheus, Renato, Mendieta e Diogo ficaram em São Paulo para evitar desgaste visando o clássico.

Entre os que costumam ser titulares, só Wesley e Marcelo Oliveira, desfalques no último domingo por suspensão, e Fábio, Diogo e Henrique enfrentarão o Avaí, além de Felipe Menezes e Mouche, que saíram do banco contra o líder do Brasileiro e, agora, terão a chance de iniciar a partida.

Felipe Menezes, meia do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Felipe Menezes, meia do Palmeiras

Os escolhidos para esta quarta-feira, ao menos, pensam em deixar o time mais animados para o clássico. "O jogo contra o Corinthians terá outra preparação, com outros jogadores, mas o foco é ganhar do Avaí e retomar a confiança para buscar o resultado no domingo", falou Felipe Menezes.

Pensando no regulamento na Copa do Brasil, um empate não seria ruim para o Palmeiras, que só precisaria de uma vitória simples no jogo de volta, em 6 de agosto, no Pacaembu. Mas a sequência de derrotas faz o time se obrigar a vencer em Santa Catarina, o que se torna ainda mais complicado com base no retrospecto recente do adversário.

Próximo da zona de acesso na Série B, o Avaí venceu os dois jogos que disputou após a Copa do Mundo e não perde desde 30 de maio, uma invencibilidade de cinco jogos. A equipe embalou com a base armada pelo técnico Geninho e, nesta quarta-feira, só não poderá contar com o lateral direito Bocão, suspenso, e o lateral esquerdo e o meia Diego Felipe, ambos impedidos de atuar na Copa do Brasil por já terem entrado em campo na competição por outros clubes.

"Estamos em uma sequência boa com a base que o Geninho montou e quem entrar vai tentar se encaixar o mais rápido o possível naquilo que ele quer. Não teremos mudanças táticas, é seguir nesta pegada forte que temos mostrado. Precisamos de inteligência para fazer um grande jogo e procurar fazer o resultado. Não tomar gols é um passo importante e fazer gol em casa nos ajuda no jogo de volta", definiu o veterano Cleber Santana.

FICHA TÉCNICA -  AVAÍ X PALMEIRAS
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC) 
D ata: 23 de julho de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Wagner Reway (MT) 
Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria e Lincoln Ribeiro Taques (ambos do MT)

AVAÍ: Vagner; Marrone, Pablo, Bruno Maia e Eltinho; Eduardo Costa, Eduardo Neto, Cleber Santana e Marquinhos; Anderson Lopes e Paulo Sérgio
Técnico: Geninho

PALMEIRAS: Fábio; Weldinho, Wellington, Marcelo Oliveira e Victor Luis; Josimar, Wesley e Felipe Menezes; Mouche, Leandro e Henrique
Técnico: Ricardo Gareca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas