Tamanho do texto

Técnico do Fluminense reforçou o meio de campo com a entrada de Valencia e pode deixar apenas Sóbis como atacante

Cristóvão Borges, técnico do Fluminense
Nelson Perez/Fluminense FC
Cristóvão Borges, técnico do Fluminense

O mau desempenho do atacante Walter nos últimos jogos do Fluminense pode lhe custar a condição de reserva antes mesmo do retorno de Fred, que ganhou alguns dias de descanso após defender a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014. Isso porque, na manhã desta quarta-feira, o técnico Cristóvão Borges comandou uma atividade tática e indicou a possibilidade de alterar o esquema tático da equipe, abrindo mão do 4-4-2 e utilizando apenas um atacante, com o 4-5-1 sendo adotado. O Tricolor se prepara para o duelo contra o Atlético-PR, marcado para o próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira a classificação, jogos, notícias e artilharia do Brasileirão

Pouco antes de distribuir os coletes para o treino tático, Cristóvão comunicou a Rafael Sobis e a Walter que eles não participariam da atividade, realizada usando pouco mais da metade do campo. Os dois atacantes titulares na vitória de 1 a 0 sobre o Santos teriam que ficar testando finalizações do outro lado do gramado. Assim, o treinador armou a equipe principal com dez homens e nenhum jogador de ataque.

O grande beneficiado com essa possibilidade de mudança de esquema é o volante colombiano Valencia, que ganhou uma oportunidade entre os titulares. O jogador vem lutando contra uma série de lesões que impedem a sua regularidade desde o ano passado. Por conta disso ficou de fora da seleção da Colômbia durante a disputa da Copa do Mundo.

Com Valencia no time, fazendo inclusive a função de primeiro volante, Cícero, que estava improvisado no setor, passou a atuar como meia, formando um trio de apoiadores com Darío Conca e Wágner. O meio-de-campo foi completado por Jean. Com três meias a ideia é melhorar a movimentação da equipe. Nesse caso, restaria apenas uma vaga no ataque, que deverá ser de Rafael Sobis, uma vez que Walter foi substituído no intervalo do último jogo, inclusive reconhecendo que não estava rendendo bem. O atleta também deixou o campo antes do fim do jogo na derrota de 3 a 2 para o Criciúma.

Conforme já era esperado, Cristóvão montou o time principal com a presença do lateral esquerdo Carlinhos, que cumpriu suspensão diante do Santos. Ele vai ocupar o posto de Chiquinho, meia que jogou improvisado no setor e que volta ao banco de reservas. O volante Diguinho, que se recupera de uma lesão no tornozelo direito, teve seu aproveitamento descartado para o jogo de domingo.

Já em relação a Fred, o jogador deverá se reapresentar nesta quinta-feira, mas não será utilizado na partida contra o Atlético-PR. A preparação física do Fluminense não deu nenhuma previsão sobre o retorno dele ao gramado e só pretende fazer isso depois de reavaliar o atleta. Certo é que ele passará por um processo de recondicionamento físico, pois a diretoria teme que o jogador entre com um rendimento abaixo do esperado e volte a ter que conviver com pesadas críticas, conforme aconteceu na Copa do Mundo.

Pelo que se viu no treino desta quarta-feira, o esboço de time para domingo teria: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Henrique e Carlinhos; Valencia, Jean, Cícero, Darío Conca e Wágner; Rafael Sobis. Nesta quinta-feira o elenco volta a trabalhar na parte da manhã, novamente nas Laranjeiras, com a possibilidade de todos terem uma visão ainda mais clara dos planos de Cristóvão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.