Tamanho do texto

Equipes se enfrentarão três vezes em uma semana, já que no sábado jogam pela Série B do Campeonato Brasileiro

Em um jogo no qual reação é a palavra de ordem, o Vasco visita a Ponte Preta nesta quarta-feira, às 22h, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil . Os dois times tentam reagir após tropeços na Série B do Campeonato Brasileiro . Os cariocas empataram por 1 a 1 com o América-RN, em casa, e seguem fora do G4, a zona de classificação para a elite do futebol nacional. Já a equipe campineira perdeu de 1 a 0 para o Avaí, completou três jogos consecutivos sem ganhar pela competição e também está na parte intermediária da classificação. O mau resultado diante dos catarinenses custou a saída do técnico Dado Cavalcanti e o time será dirigido interinamento por Jorge Iparraguire, o Parraga, coordenador das categorias de base.

A necessidade de reação é nítida na palavra de todos os envolvidos em campo, principalmente dos dois treinadores, os mais cobrados no caso de resultados negativos. Adilson Batista, comandante do Vasco, porém, prega a tranquilidade como principal arma na busca do triunfo.

"Nós precisamos ganhar, necessitamos fazer um resultado positivo, pois não conseguimos um bom resultado no sábado e o Vasco sempre é exigido por conta de sua grandeza. Mas temos que ter tranquilidade, pois são dois jogos contra a Ponte Preta e não podemos nos desesperar, precisamos jogar com tranquilidade para construírmos a vitória", afirmou Adilson.

Na Ponte Preta o raciocínio é parecido e todos cobram mais regularidade, já que o que tem sido visto é a repetição de erros ao longo das partidas.

"Contra o Vasco não podemos cometer os erros que observei diante do Avaí e em outras partidas na Série B do Campeonato Brasileiro. O nosso time tem condições de render muito mais do que está apresentando. Existe um grande respeito pelo adversário, mas podemos conquistar a vitória. Para isso, porém, vamos precisar render muito mais e errar muito menos", disse o goleiro Roberto.

Se os dois lados cobram uma melhor postura, os vascaínos entendem que será fundamental marcar gols para conquistarem a classificação, já que o regulamento trata os tentos anotados como visitante como critério de desempate.

"Para que a gente consiga o objetivo de marcar gols fora de casa, o que pode deixar bem encaminhada a nossa classificação para as oitavas de final, é fundamental que o nosso time continue criando oportunidades de gols e não as desperdice. Sabemos que os gols como visitante valem bastante no torneio e podem definir a classificação. Muitos bons times acabaram eliminados por conta deste critério ao longo da Copa do Brasil e não podemos deixar que isso aconteça conosco agora. Estamos preparados para este compromisso", comentou o atacante Thalles.

Para esta partida Adilson Batista deverá manter a base que enfrentou o América-RN. O treinador, porém, foi obrigado a fazer uma alteração, pois o volante Pedro Ken, que se recupera de um estiramento no joelho direito, foi vetado. Aranda será seu substituto.

A Ponte Preta tem problemas para esta partida. O lateral-esquerdo Bryan e o volante Elton, que já defenderam Portuguesa e Paraná, respectivamente, nesta edição da Copa do Brasil ficam fora, assim como o zagueiro Tiago Alves, que não foi inscrito na competição. Na zaga, com Gilvan e Diego Sacoman lesionados, Raphael Silva será o escolhido para compor o setor com Luan, enquanto que Magal, bastante contestado, atuará na lateral esquerda. No meio, Adilson Goiano ganha uma oportunidade entre os titulares. O atacante Cafu, outro muito contestado, foi barrado para a entrada do veterano meia Adrianinho. Assim, Edno segue ao lado de Alexandro no ataque.

Na etapa anterior da Copa do Brasil o Vasco eliminou o Treze-PB graças a um triunfo por 2 a 1 na Paraíba, segurando depois empate por 1 a 1 no Rio de Janeiro. Já a Ponte Preta avançou nos pênaltis após dois empates por 1 a 1 com o Paraná. O jogo de volta entre os dois times, em São Januário, acontecerá já na próxima semana, em 30 de julho. Porém, por um capricho da tabela da Série B do Campeonato Brasileiro, ambos duelam pela competição novamente neste sábado, pela 13ª rodada, outra vez no interior paulista.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA-SP X VASCO-RJ

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 23 de julho de 2014, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Janette Mara Arcanjo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

PONTE PRETA: Roberto, Diego Borges, Raphael Silva, Luan e Magal; Alef, Juninho, Adilson Goiano e Adrianinho; Edno e Alexandro
Técnico: Jorge Iparraguire

VASCO: Martin Silva, Carlos César, Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Pablo Guiñazú, Fabrício, Pedro Ken (Aranda) e Douglas; Thalles e Kleber Gladiador
Técnico: Adilson Batista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas