Tamanho do texto

Zagueiro reconhece que o time não jogou bem contra a Chapecoense, mas reforça discurso por título do Brasileirão

A derrota para a Chapecoense fez o São Paulo deixar o G4 do Campeonato Brasileiro e gerou uma desconfiança por conta da falta de regularidade da equipe. Apesar de o técnico Muricy Ramalho ter reconhecido que o time encontrou dificuldades diante dos catarinenses, o zagueiro Antônio Carlos acredita que o time não oscilou tanto de uma partida para a outra e prefere dar os méritos ao adversário.

Antônio Carlos reconhece o mérito da Chapecoense
Djalma Vassão/Gazeta Press
Antônio Carlos reconhece o mérito da Chapecoense

Leia também:  Antônio Carlos se contenta em ser operário: “Não há um Beckenbauer”

"Nós jogamos bem, não tivemos tanta diferença do outro jogo para cá. O que aconteceu é que no outro nós conseguimos fazer os dois gols logo e isso deu tranquilidade para o time", afirmou.

Depois da atuação convincente na vitória por 2 a 0 sobre o Bahia, o São Paulo decepcionou no Morumbi, perdendo para a Chapecoense. A derrota resultou em vaias da torcida e colocou pressão por uma reação, principalmente em um clube que foi reforçado para a retomada depois da Copa do Mundo."O São Paulo é um time que vai sofrer sempre pressão de todas as partes, pois é grande e precisa lutar pelo título todos os anos", comentou.

A derrota no Morumbi derrubou o São Paulo para a 6ª posição, com 19 pontos, seis a menos do que o líder Cruzeiro. "Estávamos no grupo do G4 até a última rodada, mas o adversário veio aqui e teve mérito, porque queria uma bola e conseguiu. Nós tivemos três chances e não fizemos, mas é difícil jogar contra uma equipe que fica com dez atrás", acrescentou.

Sem compromissos neste meio de semana, o São Paulo só volta a campo pelo Brasileirão no domingo, quando enfrentará o Goiás, no Serra Dourada. A expectativa da equipe é trabalhar neste período para saber lidar melhor contra equipes que jogam fechadas. "O importante é estar todo mundo bem focado, pois não estamos tão longe do líder e poderíamos estar no bolo", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas