Tamanho do texto

Lateral-direito retornou de empréstimo depois de não ter sido aproveitado pelo time principal do clube português. Ele começará o jogo contra o Avaí entre os 11

Ricardo Gareca decidiu dar descanso para Wendel e escalará como lateral direito diante do Avaí, nesta quarta-feira, um jogador que pouco tem entrado em campo nos últimos anos. Weldinho passou toda a temporada europeia sem nenhum jogo pelo time principal do Sporting Lisboa, limitando-se a raras atuações pela equipe B. Mas diz que volta de Portugal amadurecido.

"Para mim, foi muito bom ir para lá. Eu nunca tinha saído do Brasil, foi uma experiência nova. Com certeza, voltei mais maduro. E quero tirar proveito disso", falou o jogador pelo qual o Sporting sequer cogitou pagar 1 milhão de euros (quase R$ 3milhões) para ficar com ele em definitivo após tê-lo emprestado por um ano, cogitando devolvê-lo neste período enquanto pouco o usava mesmo no time B pela segunda divisão portuguesa.

Sem opções, Weldinho voltou ao Palmeiras porque tem contrato até dezembro de 2016. Foi uma das primeiras contratações do presidente Paulo Nobre e do diretor executivo José Carlos Brunoro, que pouco tiveram trabalho para tirá-lo do Corinthians, onde o jogador de 23 anos era a quarta opção na lateral direita. Gilson Kleina, então técnico do Verdão, só lhe deu chances em 14 jogos e liberou sua ida para o Sporting.

Agora, Weldinho tenta mostrar seu valor para Gareca no duelo em Florianópolis, pela Copa do Brasil. "Estou trabalhando para aproveitar a oportunidade. Vou dar o meu máximo e tenho certeza de que a equipe inteira também vai fazer isso. O jogo contra o Avaí será difícil como qualquer outro e temos que entrar com tudo para conseguir um bom resultado", discursou.

Como opção a Weldinho, estará uma aposta mais promissora. Léo Cunha, vindo das categorias de base, diz realizar um sonho só por estar relacionado no time profissional. "Desde pequeno, venho treinando forte para chegar onde estou. Estou muito feliz", relatou o lateral direito de 20 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.