Tamanho do texto

Equipe goiana ainda não havia vencido na Segunda Divisão até o triunfo sobre o Santa Cruz, no último final de semana

O Vila Nova conquistou, no último sábado, a primeira vitória na Série B do Brasileiro , diante do Santa Cruz , no Serra Dourada. Entretanto, o triunfo não alterou a situação da equipe, que continua na lanterna da competição com apenas cinco pontos. Para alavancar a campanha e se distanciar do rebaixamento, o time goiano precisa engatilhar uma sequência de resultados positivos.

Para o lateral-esquerdo Rafinha, apesar da posição ocupada na tabela não ser a ideal, os três pontos conseguidos no fim de semana proporcionaram uma sensação de alívio e confiança ao elenco. "Deu mais tranquilidade para trabalhar durante a semana. Agora nosso pensamento é encaixar uma boa sequência de atuações", comentou o jogador.

A realidade da equipe goiana é preocupante. O Vila Nova está na última posição da classificação geral desde a quarta rodada e, estagnada, assiste as outras equipes aumentarem a diferença com relação à pontuação. Atualmente, a Portuguesa - primeira equipe fora da zona de rebaixamento, com 11 pontos - tem seis pontos a mais do que o Vila.

Para Rafinha, o momento exige que o elenco pense em cada jogo como uma decisão e se aplique a tentar uma reação no campeonato. "Carregamos a responsabilidade de vencer, temos que buscar um bom resultado a cada rodada, dentro e fora de casa", afirmou.

Nesta semana, o Vila Nova treina em dois períodos, exercitando a parte tática e técnica, para se preparar para o próximo confronto pela Segunda Divisão. Na sexta-feira, a delegação embarca para São Luís, capital maranhense, onde enfrenta, no sábado, o Sampaio Corrêa, no Estádio Castelão, em jogo válido pela 13ª rodada do Brasileiro Série B.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.