Tamanho do texto

Atleta jogou ao lado de Mancini e esquema agradou ao técnico Moacir Júnior. Formação pode ser mantida para próximo jogo

O técnico Moacir Júnior optou por escalar uma formação com dois armadores no jogo contra o Oeste , e o esquema agradou ao treinador do América-MG e também ao meia-atacante Tchô, que teve a função de criar as jogadas junto com Mancini. Satisfeito, Tchô entende que é possível jogar com dois meias de criação mesmo em jogos fora de casa.

Tchô destaca a qualidade técnica dele e de Mancini, que podem atuar juntos no meio-campo da equipe mineira. "A gente sabe da nossa qualidade, sabe que juntos podemos ajudar mais um ao outro", comentou o jogador, que deixa a manutenção deste esquema nas mãos do técnico Moacir Júnior.

"A dúvida vai existir sempre. Basta um jogo em que o América-MG vai mal, eu ou o Tchô vamos mal, para ter de novo a discussão. O importante é que nós acreditamos no nosso potencial, entramos em campo para ajudar o América-MG. Mas vai ter dias que as coisas não vão acontecer. O importante é manter a nossa calma, nossa confiança", declarou Mancini.

Na sexta-feira, o América-MG vai enfrentar o xará potiguar e Tchô vê a necessidade de somar pontos, mesmo fora de casa. "A gente costuma dizer que o difícil não é chegar à liderança, o difícil é se manter lá. A gente sabe que todas as partidas da série B são uma guerra, então a gente vai preparado para enfrentar uma grande equipe e buscar os pontos fora de casa", concluiu

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.