Tamanho do texto

Além dos torcedores, que usaram máscara com o rosto do ex-jogador, os atletas usaram camisas com o nome dele às costas

A emoção tomou conta dos jogadores do Internacional antes do jogo deste domingo, contra o Flamengo, por conta da homenagem feita a Fernandão, que faleceu no início de junho. Entre eles, Rafael Moura era um dos que mais conviveu com o ex-jogador, o que deixou a partida muito mais especial para ele.  Após o triunfo por 4 a 0 , o atacante comentou como o clima do Beira-Rio contribuiu com o desempenho da equipe dentro de campo.

Confira a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

"A emoção tomou conta na volta do aquecimento quando a gente viu a Fernanda, o Enzo e a Eloá (mulher e filhos de Fernandão). No momento da reza, muitos de nós choramos. É difícil falar por tudo que envolve a perda, principalmente por tudo o que o Fernando foi e ainda representa. Eu tinha uma relação com ele como pessoa, era amigo, fui companheiro jogando ao lado dele e fui dirigido por ele. O que a gente fez foi pouco comparado com o que ele merece", disse Rafael Moura em entrevista à Rádio Gaúcha .

Rafael Moura marcou o primeiro do Internacional e comemorou com a camisa de Fernandão
Jeferson Guareze/Futura Press
Rafael Moura marcou o primeiro do Internacional e comemorou com a camisa de Fernandão

Nos momentos que antecederam a partida, Fernanda, mulher de Fernandão, e seus filhos, Eloá e Enzo, foram ao campo e choraram ao ver os gols marcados pelo ex-jogador serem exibidos no telão do estádio. Para Rafael, a vitória dá a sensação de ver cumprido e dá um estímulo a mais para o restante da temporada.

"Acho que eles ficaram felizes (com a vitória). Mas no final do ano, queremos comemorar a conquista de um título que ele não conquistou e hoje foi um combustível a mais para buscar o objetivo. Isso mexeu muito com o grupo", completou.

A diretoria do Internacional distribuiu cerca de 30 mil máscaras com o rosto de Fernandão aos torcedores. A homenagem foi apenas uma das muitas prestadas neste domingo. Os jogadores também entraram em campo com uma camiseta branca com o número 9 e o nome do ídolo colorado. No uniforme, cada jogador estampou o próprio número, mas com o nome de Fernandão presente, além de uma faixa preta no braço representando luto.

Em campo, Rafael Moura marcou o primeiro gol da goleada sobre o Flamengo e comemorou reverenciando a camisa com o nome do amigo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas