Tamanho do texto

Vasco encara a Ponte Preta nesta quarta-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, pela terceira fase da Copa do Brasil

Passado o empate por 1 a 1 com o América-RN, pela Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco já mudou o foco e agora planeja o confronto diante da Ponte Preta, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O elenco, em conjunto com a comissão técnica, começou a traçar as melhores estratégias para que um bom resultado seja conquistado no interior paulista. Na visão deles, para isso, será fundamental marcar gols, já que os tentos anotados como visitante valem como critério de desempate.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Copa do Brasil

"Por ser um jogo fora de casa na Copa do Brasil é muito importante que a gente consiga marcar gols. É isso que pode fazer a diferença, ainda mais em partidas que se desenham equilibradas. Vamos jogar com muita determinação, sabendo que estamos devendo depois do empate com o América-RN pela Série B, quando a nossa equipe deixou a desejar em termos de resultado", disse Adilson Batista.

O volante Fabrício concorda com o comandante quanto à necessidade de um resultado positivo como visitante. "Vamos encontrar dificuldades contra a Ponte Preta, serão dois jogos equilibrados e precisamos marcar gols nesta quarta-feira. Se não conseguirmos marcar, a bola pode acabar pesando um pouco mais na partida de volta. O regulamento da Copa do Brasil valoriza os times que têm poder ofensivo longe de casa e precisamos jogar com o regulamento", disse o camisa 25.

Na visão de Thalles, vai ser fundamental o Vasco ter um bom aproveitamento na hora que as chances de gol surgirem, já que ele entende que os espaços estarão bem reduzidos. "Para que a gente consiga o objetivo de marcar gols fora de casa, é fundamental que o nosso time continue criando oportunidades de gols e não as desperdice", comentou o jovem atacante.

Na manhã desta segunda-feira o elenco voltou a treinar. Os reservas disputaram um coletivo contra o time de juniores e a atividade contou com a presença do atacante Rafael Silva, que se mostrou recuperado de lesão no joelho direito. O lateral esquerdo Henrique, livre de lesão no ombro esquerdo, também voltou aos treinos, enquanto que o meia Guilherme Biteco, em período de transição após lesão na coxa direita, e o zagueiro Rodrigo, com inflamação no joelho direito, ficaram na academia.

Nesta terça-feira, o elenco do Vasco volta a treinar na parte da manhã, em São Januário, quando Adilson deverá definir a formação que vai a campo contra a Ponte Preta. Em seguida a delegação embarca para Campinas (SP).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas