Tamanho do texto

Equipe poderia encerrar a rodada na terceira posição, mas revés pra Chapecoense fez o time cair um pouco na tabela

Volante admite que derrota em casa abalou um pouco o grupo
Divulgação/Site oficial do São Paulo
Volante admite que derrota em casa abalou um pouco o grupo

O tropeço diante da Chapecoense no Morumbi, no sábado, tirou do São Paulo a possibilidade de terminar a 11ª rodada do Campeonato Brasileiro em segundo lugar. Mais do que isso: fez a equipe cair da terceira para a sexta posição. Uma consequência, admite o volante Souza, bastante negativa.

"Não conversamos sobre isso ainda, mas, mesmo em casa, assistindo aos jogos seguintes, vendo os resultados, vi que tínhamos tudo para estarmos isolados em segundo, apenas a três pontos do Cruzeiro. Jogávamos em casa, com nossa torcida comparecendo e nos apoiando. Acabamos pagando muito caro pelo resultado, porque agora todo mundo está embolado de novo", opinou o jogador, nesta segunda-feira.

"A gente tem que buscar a regularidade novamente, não podemos ficar oscilando na competição, porque foge totalmente ao objetivo de chegar ao título", acrescentou Souza, cobrando do time uma recuperação imediata no próximo jogo - contra o Goiás, como visitante, domingo - como forma de compensar o revés jogando em casa. "Temos que buscar essa vitória".

Apesar da análise crítica, o camisa 5 vê tempo de sobra para que uma reação mantenha o São Paulo na disputa pelo seu sétimo título brasileiro, a despeito da arrancada do líder Cruzeiro, vencedor do ano passado.

"O Cruzeiro tem mostrado que é um dos candidatos a título, tem mantido regularidade. Mas, de uma hora para outra, isso pode mudar. Temos jogo contra eles em casa ainda, podemos tirar essa vantagem. Até lá, muita coisa vai acontecer", comentou.

Na manhã desta terça-feira, o elenco volta a trabalhar no CT da Barra Funda. Serão dois dias consecutivos de trabalhos em dois períodos em uma semana cheia, na qual o técnico Muricy Ramalho poderá aproveitar para corrigir o time até o jogo de domingo, na capital goiana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.