Tamanho do texto

Técnico do Corinthians disse que time 'demorou para acelerar' e faltou um 'misto de conclusão com qualidade de criação'

Mano Menezes se mostrou muito mais acelerado após o empate sem gols com o Vitória do que os seus jogadores no gramado do Barradão. Falando rápido, sempre pronto para rebater qualquer crítica à atuação da equipe, o técnico preferiu valorizar a situação do Corinthians na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro a lamentar a atuação sonolenta de domingo.

Confira a classificação, jogos, notícias e artilharia do Brasileirão

"Demoramos um pouco a acelerar, sim. Não tenha dúvida. Não vencemos, mas assumimos a segunda colocação de forma isolada", comemorou Mano, lembrando que o Corinthians saltou para 20 pontos com o empate. A distância para o líder Cruzeiro, no entanto, aumentou para cinco pontos.

Para se aproximar do concorrente na disputa pelo título nacional, o treinador corintiano espera corrigir os erros apresentados contra o Vitória até o fim de semana. O seu time terá de se preocupar com a Copa do Brasil nesta quarta-feira, quando receberá o Bahia, e fará o primeiro clássico com o Palmeiras na arena de Itaquera no domingo.Nos dois próximos jogos, o principal desafio será mostrar um ataque mais criativo e oportunista. Segundo Mano, o grande empecilho para que o jogo fluísse assim no primeiro tempo da partida com o Vitória foi o fato de os seus atletas de frente estarem embolados no lado esquerdo.

"No segundo tempo, melhoramos isso e tivemos uma passagem melhor. Mesmo assim, o acabamento deixou a desejar", admitiu Mano, esmiuçando o problema. "O acabamento é um misto de conclusão com qualidade de criação. Chegamos poucas vezes com qualidade de finalizar bem", constatou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas