Tamanho do texto

Conselho Deliberativo do clube já convocou os associados a fim de discutir a implementação do voto por meio da internet nas próximas eleições, dia 6 de dezembro. Oposicionistas são contra e alegam perigo de fraude no processo

Na próxima quinta-feira, o Conselho Deliberativo do Santos vai discutir a aplicação do voto pela internet já nas próximas eleições do clube, que acontecerão no fim deste ano. Na ata obtida pelo iG Esporte , o conselho se compromete contratar uma empresa especializada para auditoria e segurança do processo eleitoral e também utilizar o Serasa a fim de atualizar os dados de todos os associados.

Leia também:  Fim da Copa do Mundo acirra disputa pelo poder no Santos

Paulo Roberto Schiff é presidente do Conselho Deliberativo.
Divulgação
Paulo Roberto Schiff é presidente do Conselho Deliberativo.

Nas considerações escritas no documento, destacam-se a data da eleição, marcada para o dia 6 de dezembro, e a utilização do Serasa (banco de dados de crédito), "em conjunto com o departamento de Tecnologia da Informação, a Secretaria Social e o Departamento de Comunicação do Clube para executaram o trabalho de conferência das informações e dados cadastrais dos associados que estarão aptos o formar o colégio eleitoral".

Na última semana, apenas 6% dos conselheiros compareceram para a simulação do voto à distância nas dependências da Vila Belmiro. No total foram 17 votos em três chapas simbólicas e outros três em branco.

"O teste tinha uma finalidade didática. Os requisitos para os conselheiros eram simples. Eles entravam e viam como era o sistema. No dia da eleição terão outros requisitos para multiplicar a segurança da votação dos sócios, inclusive o controle do IP e também outras coisas que serão pedidas e que não serão anunciadas antes. A finalidade didática do teste foi preenchida pelo seguinte: nem todos os conselheiros (que são cerca de 300) vieram votar. Uma porcentagem pequena veio (cerca de 10%), mas esses que vieram vão conversar com outros conselheiros e repercutir isso que aconteceu. Para o bem ou para o mal", disse Paulo Roberto Schiff, presidente do Conselho Deliberativo.

Por outro lado, oposicionistas se juntaram e criaram o movimento "Vem pra urna santista", que deu as caras no clássico contra o Palmeiras, na última quinta-feira. Pela internet, o movimento continua causando barulho e levantando a bandeira contra o voto por meio da internet ao alegar que "não haverá nenhuma prova de que os votos serão respeitados".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas