Tamanho do texto

"Houve a falta no David, ele foi agarrado, puxado", esbravejou o técnico do time paulista após a derrota no Rio de Janeiro

A partida entre Fluminense e Santos foi muito parelha. Os times pecaram um pouco na técnica, mas demonstraram vontade e equilíbrio do começo ao fim. O gol de Conca deu a vitória ao time tricolor , mas acabou gerando muita reclamação por parte dos santistas, que pediram uma falta no lance.

Após o zagueiro Gum isolar a bola, Samuel e David Braz foram para a disputa, e Conca ficou com a sobra. O argentino pegou de primeira e acertou um belo chute, sem chances para Aranha.

Confira a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

"Coloco em julgamento o gol do Fluminense. Houve a falta no David, ele foi agarrado, puxado. Depois, a arbitragem deu outra falta semelhante, que nem foi tão grave. Ele comprometeu", esbravejou Oswaldo de Oliveira, técnico do Peixe, antes de complementar dizendo o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden mudou de critério durante o jogo.

"Depois que o Fluminense fez o gol, ele marcou faltas que não vinha marcando. No momento em que você fala em renovação do futebol brasileiro, precisa também olhar para a arbitragem. Essas coisas continuam acontecendo."

Apesar da reclamação, Oswaldo de Oliveira aprovou o desempenho de seu time em campo e está otimista para o futuro da equipe no Campeonato Brasileiro. "Esses dois jogos foram muito bons. Precisamos dar sequencia. Temos outros jogadores que vão se juntar ao grupo nessa semana, então minha expectativa é positiva para os próximos jogos", concluiu.

Placar mentiroso

O Santos acabou reencontrando a derrota após vencer seus últimos três compromissos no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Peixe perdeu para o Fluminense, em Volta Redonda (RJ), por 1 a 0, e viu os cariocas chegarem ao G-4, objetivo dos paulistas antes da partida. Mas o resultado do jogo gerou muita frustração, já que, na opinião dos santistas, o placar não refletiu o que aconteceu em campo.

"Acho que foi injusto. Dominamos o segundo tempo, tivemos uma bobeira e levamos o gol. Sabíamos que se bobeássemos tomaríamos o gol, e, infelizmente, aconteceu. É levantar a cabeça e pensar no próximo jogo. Não merecíamos a derrota", disse o meia Lucas Lima.

Outro a lamentar o resultado, mesmo atuando fora de casa, foi o volante Arouca. "Foi um resultado mentiroso, no meu modo de ver, pois a todo momento buscamos o gol. Nós tivemos chances, eu mesmo tive uma, mas a bola não quis entrar e ainda tomamos um gol", falou o camisa 5, lembrando a oportunidade desperdiçada aos 44 minutos do segundo tempo.

No entanto, Arouca ainda tentou enxergar o lado positivo para o time se reencontrar no Brasileirão. "É levantar cabeça. Jogamos um bom futebol, com grande pegada. O Santos tem crescido, mostrou contra Palmeiras e nesta noite. Isso anima. Infelizmente perdemos, mas anima para o decorrer do Brasileiro", concluiu.

O técnico Oswaldo de Oliveira, ao analisar o confronto, evitou lamentar a derrota, mas concordou que Santos foi melhor em campo e poderia ter melhor sorte.

"Não foi enganoso (o resultado). É um resultado de jogo, normal. Se a gente falar em oportunidades, em criação de jogadas, o Santos foi muito melhor. Tiraram (os jogadores do Fluminense) bola em cima da linha, o Arouca perdeu uma (chance) na frente do gol, a bola passou perto. O Fluminense, francamente, foi aquele chute do Cícero na falta e um gol de fora da área. Na avaliação fria dos momentos do jogo, eu acho que o Santos merecia uma sorte melhor", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas