Tamanho do texto

Torcedores vaiaram após time levar 2 a 0 em 10 minutos, mas aplaudiram a reação no 2° tempo da derrota contra o Cruzeiro

Tobio foi o autor do gol do Palmeiras na derrota para o Cruzeiro, no Pacaembu
Futura Press/Leandro Martins
Tobio foi o autor do gol do Palmeiras na derrota para o Cruzeiro, no Pacaembu

O torcedor do Palmeiras sofreu com emoções distintas ao longo da primeira partida da equipe no Pacaembu desde 14 de maio. Neste domingo, o estádio, que recebeu quase 15 mil pagantes, foi palco de um início avassalador do Cruzeiro, autor de dois gols nos dez primeiros minutos que geraram vaias aos mandantes. O clube paulista, porém, mostrou raça e descontou, recebendo aplausos pela superação. Só não escapou de cobranças pela derrota por 2 a 1 .

Leia mais: Cruzeiro marca dois gols em 10 minutos, vence Palmeiras e segue líder

Logo depois do apito final e de 49 minutos intensos, pressionando o líder do Campeonato Brasileiro , a Mancha Alviverde, principal organizada do time, adotou o canto "ô, ô, ô, queremos jogador". O pedido já tem sido feito frequentemente por Ricardo Gareca, que ainda espera pela chegada de mais contratações.

O restante dos palmeirenses presente, entretanto, gostou do brio que o time após os cruzeirenses gritarem "olé" no toque de bola dos mineiros ainda no primeiro tempo. A festa, contudo, ficou para a torcida visitante, que ficou entoando músicas até ser liberada a sua saída na Polícia Militar.

Confira a classificação, artilharia e mais notícias do Campeonato Brasileiro

O Palmeiras volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, visitando o Avaí em Santa Catarina pela Copa do Brasil. Alguns torcedores poderão ver o time novamente no próximo domingo, no primeiro clássico no estádio de Itaquera diante do Corinthians, pelo Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas