Tamanho do texto

Dupla considerada titular pelo técnico Ricardo Gareca deve jogar pela primeira vez no Palmeiras contra o Cruzeiro

Neste domingo, o Palmeiras deve ter pela primeira vez o ataque que Ricardo Gareca considera titular dentro das opções que tem no elenco por enquanto. De volta de suspensão, Henrique aposta na inteligência do recém-contratado Mouche para, já na estreia do argentino e diante do Cruzeiro, mostrar entrosamento.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Mesmo a diferença nas línguas é minimizada. De acordo com o artilheiro do Verdão, os problemas e possíveis erros entre ambos podem se tornar raros, também, por conta do empenho de ambos para ajudar o time diante do líder do Campeonato Brasileiro no Pacaembu.

O técnico argentino Ricardo Gareca estreou pelo Palmeiras com derrota para o Santos
Alexandre Schneider/Getty Images
O técnico argentino Ricardo Gareca estreou pelo Palmeiras com derrota para o Santos

"Não tem problema. Quando você trabalha com um jogador inteligente, as coisas acabam acontecendo naturalmente em campo. Pode não encaixar em uma bola ou outra, mas há também nossa vontade em campo, a gana de vencer supera", indicou Henrique, confiando no novo companheiro.

"O Mouche vai nos ajudar, sem dúvida. É muito rápido e já vi isso em pouco tempo trabalhando juntos. Assim que entrar em campo, tenho certeza de que vai dar seu melhor ao Palmeiras. Todos os jogadores estão procurando melhorar a cada dia para chegarmos ao caminho das vitórias", declarou o centroavante.

Henrique foi um dos atletas que mais agradaram Gareca enquanto o técnico apenas observava o time e, credenciado pelos cinco gols que marcou em nove jogos pelo Palmeiras, segue como titular. Já Mouche, que não ficou nem no banco na derrota para o Santos para aprimorar a forma física, é uma aposta do chefe para superar a apatia ofensiva mostrada por Leandro e Diogo na Vila Belmiro.

Henrique alerta para perigos do líder, mas espera reação no Pacaembu

Tanto Henrique quanto Mouche, porém, precisarão mostrar serviço para ter continuidade entre os titulares. Gareca já tornou público o seu pedido por mais um atacante e o clube busca formas para trazer mais um argentino no setor: Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield, ou Facundo Ferreyra, do Shakhtar Donetsk.

"Toda grande equipe precisa de um elenco bem qualificado. A diretoria está trabalhando nos bastidores por reforços, porque o Brasileiro é longo e, no decorrer, há suspensões, lesões...", concordou Henrique, ciente de que o meia argentino Maxi Moralez, do Atalanta, também está na mira do Palmeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.