Tamanho do texto

"No jogo passado, tivemos muitas oportunidades e o resultado não foi justo. Hoje (sábado), criamos menos, mas fomos melhores na finalização", disse meio-campista do time gaúcho

Em seu segundo jogo oficial com a camisa do Grêmio, Giuliano fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense , mas já mostrou sentir a mesma pressão dos companheiros. O meia citou o tempo que o time ficou sem balançar as redes e ressalta que a equipe não merecia mais permanecer nessa seca.

Giuliano marcou para o Grêmio contra o Figueirense logo no começo do jogo
Petra Mafalda/Mafalda Press/Gazeta Press
Giuliano marcou para o Grêmio contra o Figueirense logo no começo do jogo

"Saiu aquele peso", comentou, ressaltando que as quatro partidas sem balançar as redes pelo Campeonato Brasileiro atrapalhavam o desempenho da equipe. "Esse gol saiu por merecimento, temos trabalhado bastante, tentando finalizar a gol", indicou, lembrando do 0 a 0 diante do Goiás em sua estreia em compromissos oficiais, na quarta-feira.

Confira a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

"No jogo passado, tivemos muitas oportunidades e o resultado não foi justo. Hoje (sábado), criamos menos, mas fomos melhores na finalização. Aplicamos um bom ritmo de jogo e fomos bem na marcação no primeiro tempo", elogiou o jogador.

Em Florianópolis, o Tricolor gaúcho realmente não teve tantas oportunidades. Criou três chances nos seis primeiros minutos, marcando o gol com Giuliano em uma delas, mas, depois, só acertou a trave em cobrança de falta que parecia um cruzamento de Alán Ruiz e, no segundo tempo, viu apenas uma defesa complicada do goleiro adversário e um chute perigoso de Lucas Coelho.

De qualquer forma, ser decisivo na conquista de três pontos que colocam o clube na zona de classificação para a Libertadores já é suficiente para Giuliano se alegrar. O jogador teve sua chegada ao Grêmio confirmada há pouco mais de um mês, mas rende frutos rapidamente.

"Tive o privilégio de fazer uma pré-temporada de um mês e conhecer o grupo, isso me ajudou muito na readaptação ao futebol brasileiro. Agora é questão de ritmo de jogo", animou-se o meia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas