Tamanho do texto

"Foi um futebol coletivo, um tentando corrigir o erro, ajudando na marcação", avaliou o treinador

Na noite de sexta-feira, o Avaí venceu a Ponte Preta por 1 a 0 na Ressacada , com gol de falta de Thiago Carleto. Foi a segunda vitória consecutiva do Leão da Ilha pelo Campeonato Brasileiro da Série B e o resultado aproxima a equipe da zona de acesso à primeira divisão da competição. O triunfo não foi dos mais bonitos, mas mesmo assim o técnico Geninho ficou satisfeito. O comandante elogiou a aplicação tática e o espírito valente dos jogadores em campo.

"Foi um futebol coletivo, um tentando corrigir o erro, ajudando na marcação. Dificilmente ficamos no mano a mano e é uma característica que tem que ter. A Ponte teve poucas jogadas de fundo, marcamos melhor e isso é bom. A maior virtude foi esse espírito de luta e um futebol sem vergonha de dar um chutão. Vergonha é tomar gol. Tem hora que você tem que jogar feio, você vai ser analisado pelo resultado", analisou Geninho. O treinador admitiu que foi um duelo complicado, mas era o esperado.

Ele ainda acrescentou que prevê mais jogos brigados durante a Série B.

"Foi um jogo de muita falta, truncado. É o jogo típico do que você briga pelos pontos e vamos ter muitos jogos assim. O futebol está disputado, principalmente o da Série B. Foi um jogo até feio, muito brigado. E quem fizesse o gol traria dificuldades ao adversário", afirmou.

O próximo compromisso do Avaí pela Segundona será o Joinville, na Arena Joinville, no próximo sábado (26), às 16h20 (de Brasília). Antes, porém, o Leão recebe o Palmeiras na Ressacada, em partida válida pelo jogo de ida da Copa do Brasil. O confronto está marcado para a próxima quarta-feira (23), às 19h30 (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.