Tamanho do texto

A Força Tática permaneceu por alguns minutos no estádio Ulrico Mursa, a três quadras da Vila Belmiro, onde ocorreu o conflito, para evitar mais problemas

O primeiro clássico no Campeonato Brasileiro depois da Copa do Mundo já teve problemas fora de campo. Após o Santos vencer o Palmeiras por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, torcedores dos dois clubes se envolveram em conflito do lado de fora da Vila Belmiro, e ninguém foi preso.

Liberados para sair antes dos palmeirenses, os santistas aproveitaram o intervalo de quase uma hora até os rivais deixarem o estádio e armaram uma emboscada, apedrejando três ônibus que levavam os visitantes do clássico a São Paulo. Os torcedores do alviverde desceram para revidar e a briga precisou ser contida pela Polícia Militar.

Como os cerca de 50 santistas envolvidos na confusão fugiram, não houve prisão. Um palmeirense ficou com a cabeça sangrando, foi encaminhado ao Pronto Socorro Central de Santos para levar pontos e já passa bem.

A Força Tática permaneceu por alguns minutos no estádio Ulrico Mursa, a três quadras da Vila Belmiro, onde ocorreu o conflito, para evitar mais problemas. Dentro do estádio, durante o clássico, as provocações se restringiram a costumeiros gritos, sem violência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.