Tamanho do texto

Sem a presença dos titulares, o treinamento do São Paulo desta quinta-feira no CT da Barra Funda contou com um coletivo entre os reservas e o sub 17 tricolor

Kaká comandou o coletivo do São Paulo nessa quinta-feira
Divulgação/São Paulo FC
Kaká comandou o coletivo do São Paulo nessa quinta-feira

Sem a presença dos titulares, dispensados após a vitória por 2 a 0 sobre o Bahia em Salvador, pelo Brasileirão, o treinamento do São Paulo desta quinta-feira no CT da Barra Funda contou com um coletivo entre os reservas e o sub 17. A novidade, no entanto, foi a participação de Kaká, que até então, desde seu retorno ao clube, havia realizado apenas trabalhos mais leves com bola.

Kaká aprova condicionamento físico, mas nota falta de ritmo de jogo

O camisa 8 mostrou disposição e boa forma física na atividade, que durou cerca de 45 minutos. Com presença tanto no ataque quanto na marcação, Kaká liderou o meio de campo, sendo o mais acionado pelos companheiros no coletivo, que terminou com vitória de 4 a 1 do time profissional. Os gols foram marcados por Pato, Luis Ricardo e Ewandro, duas vezes, enquanto David Neres descontou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

De início, Muricy Ramalho manteve o mesmo esquema tático titular, com uma linha de três atacantes, formada por Boschilia, Pato e Luis Fabiano centralizado, com Kaká fazendo a função de Ganso. Entretanto, após a precoce saída do centroavante, que sentiu dores na coxa, Boschilia foi improvisado na função, embora não deixasse de voltar, atuando como um falso nove.

No lugar do camisa 9, entrou o jovem Ewandro, que, ao lado de Kaká, acabou se tornando o grande destaque da atividade. Jogando pela direita, o atacante surpreendeu o time sub-17 com sua velocidade, além de ter mostrado entrosamento nas tabelas com o lateral Luis Ricardo.

Apesar da boa impressão deixada no coletivo, Kaká não deve enfrentar a Chapecoense no sábado, no Morumbi, pela próxima rodada do Brasileirão. Sem pressa para promover a reestreia do meia no São Paulo, Muricy deve esperar por uma melhor preparação do camisa 8, aproveitando para manter o time que venceu o Bahia na quarta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.