Tamanho do texto

No primeiro compromisso pelo Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo, equipe perdeu do Santos por 2 a 0

Diante do Palmeiras, Bruno Uvini marcou seu primeiro gol pelo Santos
Alexandre Schneider/Getty Images
Diante do Palmeiras, Bruno Uvini marcou seu primeiro gol pelo Santos

O Palmeiras teve mais de um mês sem entrar em campo para aprimorar seu jogo, mas precisou sofrer um gol para acordar. Essa é a análise do atacante Diogo para explicar a derrota por 2 a 0 na Vila Belmiro nesta quinta-feira, no primeiro compromisso depois da Copa do Mundo.

"Esperamos tomar um gol para jogar, e já foi tarde. Se tivéssemos jogado desse jeito desde o início, seria diferente", questionou o atacante, lembrando que Bruno Uvini abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O gol do zagueiro, o seu primeiro como profissional, teve falha direta da defesa, que o deixou completamente livre para cabecear e contar com vacilo do goleiro Fábio, que não teve reflexo e permitiu que a bola passasse ao lado de seu corpo. "Tivemos um problema. Estávamos marcando bem e tomamos um gol de bola parada por falha de posicionamento", indicou Diogo.

A hora, no entanto, não é de críticas individuais. "Todos erram. Eu mesmo tive uma oportunidade e o Leandro teve outra. Precisamos melhorar. Agora não tem o que falar. É se reunir, trabalhar e lutar um pelo outro para o time se recuperar", falou Diogo, que finalizou uma bola na entrada da pequena área para a lateral.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas