Tamanho do texto

De virada, cariocas vencem pernambucanos em Cuiabá e ficam a três pontos do G4 com uma partida a menos que os rivais

O Vasco recomeçou bem a disputa do Campeonato Brasileiro da série B , após a paralisação para a disputa da Copa do Mundo. Em partida disputada na noite desta terça-feira, na Arena Pantanal, em Cuiabá, a equipe de São Januário derrotou o Santa Cruz por 4 a 1, quebrando a invencibilidade da equipe pernambucana na competição.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

A vitória foi justa. O Vasco começou de forma insegura, sofreu o primeiro gol, mas teve forças para reagir e alcançar um importante resultado. Fabrício dois, Douglas Silva e Kléber marcaram para a equipe carioca, enquanto Danilo Pires descontou para o Tricolor do Arruda.

Jogadores do Vasco comemoram gol contra o Santa Cruz na volta da Série B após a Copa do Mundo
Futura Press
Jogadores do Vasco comemoram gol contra o Santa Cruz na volta da Série B após a Copa do Mundo

Com a vitória, o Vasco chegou aos 17 pontos ganhos e agora ocupa a sétima posição. O Santa Cruz, que sofreu a primeira derrota na competição,caiu para a 11ª colocação, com 16 pontos. Na próxima rodada, o time da Colina receberá o América-RN, em São Januário. O clube coral vai encarar o Vila Nova, no Serra Dourada.

O jogo

Depois de atrasos, música alta e desinformação sobre execução do hino nacional,situações que nada lembravam a recém encerrada Copa do Mundo, o jogo começou muito movimentado. E logo aos três minutos, o Vasco ameaçou quando André Rocha cruzou da direita e Thales cabeceou com grande perigo para o gol defendido por Thiago Cardoso. O lance animou o time carioca que mostrava o estreante Kléber mais recuado, enquanto Thales se colocava entre os zagueiros da equipe pernambucana.

Depois dos dez minutos, o Santa Cruz começou a incomodar a defesa da equipe carioca, forçando o jogo pelas laterais. E, aos 17 minutos, marcou o primeiro gol. Danilo Pires recebeu na esquerda, se livrou do lateral André Rocha e bateu por cobertura, encobrindo o goleiro Martín Silva que só assistiu a bola entrar nas suas redes.

Logo depois de sofrer o gol, o técnico Adilson Batista decidiu modifcar a equipe, trocando o lateral-direito André Rocha pelo estreante Carlos Cesar.

O time de São Januário adiantou suas linhas, tentando buscar o empate.Aos 29 minutos, Dakson bateu falta, a bola raspou no travessão e saiu.Um minuto depois, Kléber lançou Pedro Ken que entrou na área e caiu ao dividir a bola com Nininho. A torcida pediu pênalti, mas o árbitro considerou o lance como normal.

O Vasco acabou marcando o gol do empate aos 34 minutos. Após cruzamento na área do Santa Cruz, a zaga rebateu para a entrada da área e o volante Fabrício pegou, de primeira, para mandar no canto direito de Thiago Cardoso.

A igualdade fez a equipe carioca se empolgar e passar a pressionar em busca do segundo gol. O que acabou acontecendo aos 40 minutos, quando Dakson fez lançamento para a área e o zagueiro Douglas Silva se antecipou à marcação e bateu sem dar chances ao goleiro tricolor.

Em desvantagem, a equipe pernambucana partiu para buscar o empate e quase consegue o objetivo, aos 46 minutos, em chute de Pingo, mas Martín Silva fez grande defesa.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e o Santa Cruz quase chega ao empate, aos três minutos, quando Léo Gamalho ganhou a dividida pelo alto e chutou com grande perigo. Aos seis, o time pernambucano criou outra boa jogada, quando Danilo Pires bateu cruzado e Martín Silva fez ótima defesa.

A equipe do Arruda continuava mais agressivo, pressionando o Vasco em busca do gol de empate. O time dirigido por Adilson Batista tentava cadenciar o jogo, mas encontrava dificuldade para acompanhar o ritmo imposto pelo adversário.

Aos nove minutos, Martín Silva teve que sair para impedir que a bola chegasse ao atacante Léo Gamalho, livre na grande área. A equipe pernambucana continuava com o domínio da partida. Aos 14 minutos, após ótima jogada de Renatinho pela esquerda, a bola foi lançada para Carlos Alberto que tentou desviar para o gol,mas Douglas Silva salvou.

Aos 20 minutos, no primeiro ataque bem organizado do segundo tempo, o Vasco acabou marcando o terceiro gol. Carlos Cesar entrou na área, se chocou com o zagueiro Renan Fonseca e caiu. O árbitro marcou pênalti, muito contestado pelos tricolores, e Kléber bateu, com categoria, para marcar seu primeiro gol a camisa do Vasco.

Sem forças para reagir, o Santa Cruz sofreu o quarto gol, aos 28 minutos, em outro chute perfeito de Fabrício, de fora da área. Aos 34 minutos, o time visitante ainda criou uma chance para reduzir a vantagem cruz-maltina. Léo Gamalho foi lançado na área e encobriu o goleiro Martín Silva que saiu para fechar o ângulo, mas a bola bateu no travessão e voltou para as mãos do goleiro.

O resultado garantido fez o técnico Adilson Batista poupar Kléber e colocar Edmilson em seu lugar, mas o time não criou novas chances de gol e preferiu tocar a bola para esperar o final da partida.

FICHA TÉCNICA -  VASCO-RJ 4 x 1 SANTA CRUZ-PE

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: Terça-feira, 15/07/2014
Horário : 21h50 (de Brasília)
Público: 5.254 pagantes
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Marcelo Barisson e José Antonio Chaves (RS)
Cartões Amarelos: Pedro Ken, Carlos Cesar(V); Carlos Alberto, Renan Fonseca(SC)
Gols: VASCO: Fabrício aos 34 minutos do primeiro tempo e 28, do segundo; Douglas Silva,aos 40 minutos do primeiro tempo; Kléber aos 20 minutos do segundo tempo
SANTA CRUZ: Danilo Pires aos 17 minutos do primeiro tempo

VASCO: Martín Silva; André Rocha(Carlos Cesar), Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guiñazú, Fabrício, Pedro Ken e Dakson(Lucas Crispim); Thalles e Kléber(Edmilson)
Técnico: Adílson Batista

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires(Wescley), Carlos Alberto(Emerson Santos) e Pingo(Keno); Léo Gamalho
Técnico: Sérgio Guedes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas