Tamanho do texto

Em negociação com equipe dos Emirados Árabes, chileno só retornará ao clube caso a transação não seja concluída, diz assessoria

Valdivia em treino do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Valdivia em treino do Palmeiras

A Copa do Mundo acabou e agora as equipes brasileiras estão acertando os últimos detalhes para a retomada do Campeonato Brasileiro. Na manhã desta segunda-feira, os jogadores do Palmeiras entraram no gramado da Academia de Futebol para treinar, mas o técnico Ricardo Gareca chamou todos os atletas para uma reunião fechada antes do aquecimento. 

Enquanto isso, os outros jogadores foram pegos de surpresa. Isso porque, assim que todos os atletas entraram no gramado para começar o aquecimento, o treinador Ricardo Gareca convocou o elenco e a comissão técnica palmeirense para uma reunião fechada dentro da academia do clube, que durou aproximadamente 25 minutos.

Logo depois os atletas partiram para um rápido aquecimento comandado pelos preparadores físicos do time. E, então, o elenco foi dividido entre titulares e reservas para o tradicional coletivo preparatório para a reestreia do Brasileirão. O comandante do Palmeiras interviu por muitas vezes a atividade, principalmente no posicionamento da defesa em cobranças de escanteios. Por outro lado, quando a equipe titular estava no ataque, Ricardo Gareca paralisou o coletivo para fazer um trabalho intenso de cobrança de faltas na área adversária.

Possível saída de Valdívia

A baixa das atividades foi o chileno Jorge Valdivia, que está em negociação com o time Fujairah, dos Emirados Árabes. Segundo a assessoria de imprensa do camisa 10 do clube, o jogador só retornará ao Palmeiras caso a transação com o clube árabe não seja concluída. Ao mesmo tempo, a assessoria não confirmou o motivo pelo qual o meia não compareceu aos trabalhos desta segunda.

Gareca lamentou a possibilidade de não poder contar com o meio-campo, mas demonstrou estar satisfeito com o atual elenco do Palmeiras. "A diretoria me comunicou que há muita possibilidade do Valdivia ir jogar fora do Brasil. Se Valdivia for mesmo, nós temos que pensar nos jogadores que estão. Eu lamento por não poder desfrutar de um jogador com a qualidade do meio-campo chileno. Mas se ele não está mais aqui, não é minha preocupação. Tenho que me preocupar com os jogadores que tenho", declarou o comandante em entrevista coletiva.

Apesar de ter a saída de Valdivia prevista, a equipe também poderá contar com a chegada de reforços. Segundo o treinador, a diretoria comunicou que está em busca de novas contratações, mas ainda não tem previsão de quem são esses atletas ou de quando chegarão ao Palmeiras.

"Irão vir mais jogadores. Quando eu ainda não sei, mas vão chegar sim. Os atletas que estão aqui são os que vão enfrentar o recomeço do Brasileirão e da Copa do Brasil. Eu me conformo com os jogadores que estou trabalhando neste momento para enfrentar o Santos", disse o argentino, enfatizando sua satisfação com o atual elenco do clube.

A reestreia do Palmeiras no Brasileirão será no dia 17 de julho, contra o Santos, na Vila Belmiro. A equipe, no momento, é apenas o 11º colocado na tabela de classificação na competição nacional, com 13 pontos, seis a menos que o líder Cruzeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.