Tamanho do texto

Clube paulista considera alto o valor que o Atlético-PR cobra pelo atacante e definiu que prazo para negociar vai até terça

O atacante Marcelo fez o gol do Atlético-PR no amistoso contra o Corinthians, na Arena
Heuler Andrey/Getty Images
O atacante Marcelo fez o gol do Atlético-PR no amistoso contra o Corinthians, na Arena

A diretoria do Corinthians esperava ter um desfecho da negociação por Marcelo até esta segunda-feira, mas adiou o prazo para terça. O clube considera o valor da negociação do atacante do Atlético-PR alto e corre para tentar encontrar um investidor disposto a ajudar no negócio.

"A dificuldade é a mesma de antes, mas não vai passar de amanhã (terça). Estou pessimista, mas continuo atrás de um investidor, conversando com várias pessoas", afirmou o diretor de futebol do clube, Ronaldo Ximenes. O clube deve desistir do acerto se não encontrar um parceiro até terça.

Marcelo ganhou destaque com a camisa do Atlético-PR, que cobra 5 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) por 50% dos direitos do atleta. O Corinthians, porém, não tem como arcar com a quantia sozinho.

Por outro lado, o clube alvinegro está perto de negociar o volante Guilherme com a Udinese, que pagará 4 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões) pelo jogador. No entanto, o Corinthians só tem direito a 30% do valor, ou seja, aproximadamente R$ 3,6 milhões, o que não ajudaria tanto na negociação por Marcelo.

Mesmo se não acertar com o atacante do Atlético-PR, o Corinthians tem quatro novidades para este segundo semestre: o zagueiro Anderson Martins, o volante Elias, o meia Lodeiro e o atacante Romero.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.