Tamanho do texto

Médico e comentarista esportivo morreu aos 71 anos de idade em decorrência de uma parada cardíaca. Corinthians, time pelo qual torcia e trabalhou, decretou luto de três dias

Osmar de Oliveira morreu aos 71 anos
Reprodução
Osmar de Oliveira morreu aos 71 anos

O corpo do médico e comentarista esportivo Osmar de Oliveira começou a ser velado na madrugada de sexta-feira para sábado, a partir das 4h da manhã, na Assembleia Legislativa de São Paulo, zona Sul da capital paulista. Ele morreu na sexta-feira em decorrência de uma parada cardíaca .

O enterro deve acontecer ainda neste sábado, às 17h (de Brasília), no Cemitério São Paulo, localizado no bairro de Pinheiros. 

Osmar de Oliveira trabalhava na Rede Bandeirantes e estava internado no hospital AC Camargo, quando sofreu o infarto. Aos 71 anos de idade, ele se preparava para retirada de um tumor na próstata.

Companheiro de emissora de Osmar de Oliveira, o apresentador Milton Neves postou o seguinte em sua conta do Twitter: "Descanse em paz, Doutor. Obrigado por cada programa juntos. Sentirei muita falta do seu corintianismo e amizade."

Osmar de Oliveira chegou a sofrer um infarto há um ano e foi submetido ao cateterismo na oportunidade. Em maio, sofreu novamente com problemas de saúde. Teve complicações após passar por um procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor na próstata e chegou a ficar em estado bastante delicado.

Formado em Jornalismo, Osmar de Oliveira era também médico ortopedista. Ele se exerceu as duas carreiras paralelamente. Chegou a atuar no departamento médico do Corinthians e do São Bento.

Corinthians em luto

Em nota oficial, o Corinthians anunciou neste sábado decretar luto de três dias no clube em homenagem ao torcedor fanático e ex-médico do clube.

"O Sport Club Corinthians Paulista decretou três dias de luto por conta do falecimento do Dr. Osmar de Oliveira, torcedor ilustre do Timão, na última sexta-feira (11). Como médico, jornalista e fã, Dr. Osmar de Oliveira dedicou a sua vida ao amor que nutria pelo Timão", diz o texto.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas