Tamanho do texto

Ao lado do também falecido Washington, Assis formou o famoso "Casal 20" do futebol brasileiro na década de 80

Assis, ídolo do Fluminense e do Atlético-PR, morreu na madrugada deste domingo por conta de problemas renais, aos 61 anos de idade. O ex-jogador estava internado em Curitiba há algumas semanas e não resistiu às complicações no órgão vital.

Ídolo de Fluminense e Atlético-PR, Washington morre em Curitiba

Ao lado de Washington,  falecido no último mês de maio  ,Assis se tornou ídolo tanto do clube carioca como do paranaense. No rubro-negro, o atleta foi campeão estadual em 1982 e se tornou grande ícone da torcida do Atlético, junto com seu parceiro, onde ficaram conhecidos como "Casal 20", nome de um seriado de televisão de sucesso na época.

Assis se transferiu para o Fluminense em 1983 com o companheiro e, no clube carioca, também fizeram grandes partidas juntos. O enterro do ex-jogador será realizado no cemitério Agua Verde, em Curitiba, neste domingo.

Fluminense decreta luto de 7 dias

Após o falecimento do ex-jogador Assis, o Fluminense decretou luto oficial de sete dias. O jogador era camisa 10 na equipe e se tornou grande ídolo ao lado do também falecido Washington, com quem formou o famoso "Casal 20". No Tricolor das Laranjeiras, a dupla conquistou o Campeonato Brasileiro de 1984 e o tricampeonato carioca nos anos de 1983, 1984 e 1985.

"É uma perda muito grande. Assis foi um dos maiores ídolos da história do Fluminense. Marcou uma geração. Um ídolo que tinha uma forte ligação com o clube desde sempre. Hoje é dia de reverenciá-lo por tudo que fez por nós tricolores", declarou o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, ao site oficial do clube.

Assis morreu na madrugada deste domingo, às 5h30 (de Brasília), em Curitiba. por causa de uma insuficiência renal. O ex-jogador ficou conhecido como "carrasco do Flamengo" por decidir dois estaduais consecutivos em finais contra o principal rival do Tricolor das Laranjeiras.

"Uma dor imensa. Se foi a outra metade da melhor, mais charmosa e mais famosa dupla do futebol brasileiro. O que mais posso dizer? Assis, obrigado por ter me feito muito feliz", disse o vice-presidente de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, também fazendo referência ao Washington.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas