Tamanho do texto

Paraguaio está contando com a força do meia corintiano no início de sua passagem pelo clube

Petros está ajudando Romero em sua adaptação ao Corinthians
Agência Corinthians
Petros está ajudando Romero em sua adaptação ao Corinthians

O meio-campista Petros está tentando ajudar Ángel Romero na adaptação ao Corinthians e procura conversar com o paraguaio neste início de trabalhos no clube, mas revelou que o reforço vem encontrando dificuldade com a carga de treinos físicos no Brasil.

"Ele brincou comigo: ‘Petro (sem ‘s’) a perna está muito pesada’", revelou, entre risos, para completar. "Isso é normal. Nós, que estamos acostumados, sabemos da dificuldade, principalmente nesta época, com um trabalho físico intenso. Você precisa se adaptar até conseguir o lastro físico ideal para o Brasileiro. Imaginem então ele, que está chegando de uma cultura diferente, com pouco treinamento e um clima mais ameno."

Romero, que completa 22 anos nesta sexta-feira, chamou a atenção do Corinthians por suas atuações pelo Cerro Porteño. Assim, o atacante paraguaio foi contratado no decorrer desta paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo.

"Tenho procurado conversar bastante com ele, porque é um estrangeiro e a adaptação é difícil. Quem acompanhou a Libertadores viu que ele tem uma qualidade muito grande e que fez belas partidas. Lá, eles treinam muito pouco, e nossa carga aqui é intensa. Ele tem sentido um pouco, mas já esta se adaptando rápido, é um menino bacana, que vai crescer e nos ajudar bastante", acrescentou Petros.

O meio-campista entende que a conversa é a melhor forma de ajudar o reforço. "Nós o acolhemos e estamos dando o devido tempo, porque não é fácil chegar e encarar essa torcida. Da mesma forma que fui muito bem recebido, procuro acolher bem também quem chega", concluiu.

No treino coletivo desta quinta-feira, o técnico Mano Menezes testou Romero entre os titulares na parte final da atividade, quando tirou Luciano, que começou como titular. O paraguaio trabalhou ao lado de Guerrero por cerca de 15 minutos.

À espera de Lodeiro, Petros minimiza vaga, mas elogia justiça de Mano

Prestes a ganhar a concorrência de Lodeiro, Petros avisou que a vaga no time não é o mais importante. "Fico muito feliz (com a escalação), porque é fruto do trabalho. Eu vinha jogando muito bem, e ele é um cara honesto e justo. Ele é espetacular neste fator, porque não tem preferência e coloca para jogar quem estiver melhor. Mas a titularidade é o que menos importa, pois o fundamental é ter um elenco forte. Todo mundo tem que estar pronto e apto para quando for solicitado", afirmou.

Nos treinos desta intertemporada, Petros vem sendo escalado junto com Jadson na armação, deixando na reserva jogadores como Danilo e Renato Augusto. Na próxima semana, o setor ganha mais uma opção, Lodeiro. Contratado pelo Corinthians depois de passagem pelo Botafogo, o uruguaio recebeu um período de descanso ao término de sua participação na Copa do Mundo e está em seu país. A diretoria corintiana aguarda o meia no início da próxima semana, mas Petros não se intimida com o aumento da concorrência.

"As pessoas questionam muito sobre titularidade, sobre eu ser sacado ou não, mas isso é o que menos importa para nós. Tenho que estar bem treinado e concentrado para fazer meu melhor, assim como meus companheiros. É uma questão de opção. Às vezes, ele vai ter que optar por atacar e pode colocar três atacantes, tirando um volante. Em outras, vai escalar três volantes", avaliou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.