Tamanho do texto

Jogador que chegou a ser apontado como sucessor de Neymar deixa o clube com destino incerto

Neilton apareceu como uma grande promessa das categorias de base do Santos . O jogador, que nem titular era, cresceu nos momentos decisivos da Copa São Paulo de Futebol Júnior e chegou a marcar gol na grande final contra o Corinthians, garantindo o título do torneio ano passado.

Após polêmicas com Neymar e Ganso, Santos deve reatar com grupo Sonda

A ascensão do jovem coincidiu com a saída de Neymar do Peixe. Neilton ganhou chance entre os profissionais e chegou a ser comparado ao craque, hoje do Barcelona, por causa do estilo ousado. No entanto, as polêmicas sobre sua renovação contratual começaram a minar o futuro do craque no clube.

Neílton defende o Santos na Copa São Paulo
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação Santos FC
Neílton defende o Santos na Copa São Paulo

Neilton chegou a ser rebaixado ao Sub-20 e foi perdendo cada vez mais espaço na equipe. Nesta sexta-feira, seu contrato chegou ao fim. Agora, o jogador de 20 anos procura um novo clube para atuar e o Peixe não receberá nada pelo jogador.

Há seis meses, a diretoria alvinegra ofereceu um plano de carreira ao atacante, mas a proposta foi recusada e as negociações foram encerradas. O Peixe pretendia pagar um salário de R$ 25 mil no primeiro ano, R$ 30 mil no segundo, R$ 35 mil no terceiro e R$ 40 mil no quarto. Caso atingisse algumas metas pessoais, Neilton ainda teria uma bonificação, além de R$ 100 mil de luvas.

Entretanto, a proposta não foi aceita e o jogador foi embora na mesma velocidade com que apareceu. Foram 19 partidas e quatro gols marcados. Já desligado do clube, Neilton se despediu dos torcedores santistas através de texto publicado em uma rede social. Confira na íntegra:

"A vida é feita de momentos e de histórias... São etapas, ciclos que tem início, meio e fim. Há 6 anos atrás eu chegava ao Santos. Com apenas 14 anos, já morava no alojamento do clube. Tive alegrias, desilusões, decepções, conquistas, já chorei e já sorri. No Santos eu fiz grandes e verdadeiros amigos, que vou levar comigo para o resto da vida. Convivi com pessoas que me ensinaram e outras que me fizeram sofrer, mas que serviu como aprendizado. O Santos foi a minha casa, a minha família, no clube passei todos os momentos da formação do meu caráter. Agora entendo que esta etapa está se encerrando, hoje me sinto como aquele filho que precisa sair de casa, enfrentar um novo mundo lá fora para crescer, evoluir e mostrar o meu valor. Agradeço, do fundo do meu coração, às pessoas que me ajudaram e acreditaram em mim. Cada funcionário, companheiro de trabalho, diretoria e torcida. Vou carregar eternamente o Santos e a sua imensa torcida bem feliz no meu coração, pois é o clube que aprendi a amar e graças à esta instituição eu cheguei até aqui. Obrigado por tudo, Santos Futebol Clube!".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.