Tamanho do texto

Atacante do Atlético de Madri tem lesão na coxa, recebeu previsão de duas semanas para se recuperar, mas vai tentar alternativa diferente para atuar contra o Real, neste sábado

Diego Costa deixa o campo lesionado no jogo entre Atlético de Madri e Barcelona
AP
Diego Costa deixa o campo lesionado no jogo entre Atlético de Madri e Barcelona

Praticamente descartado da final da Liga dos Campeões por causa de uma lesão muscular na coxa direita, o atacante Diego Costa, do Atlético de Madri , recorrerá a um tratamento pouco habitual para tentar se recuperar a tempo de enfrentar o Real Madrid. De acordo com o jornal As, o hispano-brasileiro viajou à capital da Sérvia, Belgrado, para encontrar a médica Mariana Kovacevic, especialista num tratamento que consiste em injeções de placenta de cavalo.

A previsão inicial é de que a lesão de grau 1 na coxa tire Diego Costa dos gramados por cerca de 15 dias. Pré-convocado pela seleção espanhola para a disputa da Copa do Mundo, o jogador corre o risco de perder a competição no Brasil caso o problema - que começou a lhe incomodar há cerca de um mês, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Barcelona - persista.

O tratamento ao qual Diego Costa será submetido inclui, além de injeções, massagens a psicologia. Jogadores como Robin van Persie, Frank Lampard, Pablo Zabaleta e Vincent Kompany já foram pacientes da doutora Mariana Kovacevic.

A decisão da Liga dos Campeões será disputada neste sábado, em Lisboa. Enquanto o Real tentará conquistar seu décimo título, o Atlético buscará seu primeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.