Tamanho do texto

Empate por 1 a 1 dentro de casa diante do San Lorenzo decreta a eliminação do atual campeão brasileiro da Libertadores

Bruno Rodrigo: gol do zagueiro não evitou eliminação do Cruzeiro
AP
Bruno Rodrigo: gol do zagueiro não evitou eliminação do Cruzeiro

O Cruzeiro lutou bastante em campo, mas não conseguiu reverter a vantagem do San Lorenzo e deu adeus ao sonho de conquistar o tricampeonato da Libertadores. Após o empate em 1 a 1, no Mineirão, o atacante Dagoberto lamentou a eliminação e o gol sofrido logo nos primeiros minutos. Segundo ele, o momento é de erguer a cabeça e pensar nos erros cometidos.

"O gol complicou um pouco, porque tivemos que correr um pouco mais. É uma equipe que sabe jogar este tipo de jogo, faz bastante cera, mas é o futebol. Vamos erguer a cabeça, a equipe está de parabéns pelo que vem fazendo, e somos muito fortes nestes momentos, então vamos pensar no que erramos, porque no sábado tem mais e vida segue", declarou.

Já o goleiro Fábio entende que o grande pecado do Cruzeiro foi não ter marcado gols no jogo de ida na Argentina. Para o capitão celeste, a Raposa tem que aprender com o regulamento. Apesar dos erros, Fábio fez questão de enaltecer a luta e empenho dos companheiros que fizeram tudo para tentar classificar o Cruzeiro.

"Sabíamos que o regulamento pesa, o gol fora de casa. Aprendemos duas vezes da pior forma, ano passado contra o Flamengo e este ano lá na Argentina. A gente tem sempre que jogar para fazer um gol quando o regulamento nos favorece fora de casa, e infelizmente não conseguimos isso. A equipe lutou e os jogadores saíram esgotados de campo", analisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.