Tamanho do texto

Volante foi autor do gol da vitória do Santos por 2 a 0 contra o lanterna Figueirense

Arouca nunca foi de marcar gols. Mas neste domingo, contra o Figueirense, coube ao volante garantir a vitória do Santos por 2 a 0 em Londrina, no Paraná.

Leia também:  Com Damião no banco, Santos bate o Figueirense e vence a primeira no Brasileiro

"Eu fico feliz por poder ter ajudado a equipe com gol, mas o time está de parabéns. Hoje (domingo) fui premiado com o gol, e queria dedicar à minha mãe", disse Aouca logo após o jogo.

O gol do volante  foi feito com o pé esquerdo, o que torna o fato ainda mais raro. "Eu tenho trabalhado bastante isso, hoje tive felicidade de acertar, e de esquerda, que não é a boa", brincou o jogador, que marcou seu quarto gol na temporada, o primeiro no Campeonato Brasileiro. Antes, Arouca anotou um pela Copa do Brasil e dois no Campeonato Paulista.

Ao ser questionado sobre a alteração promovida por Oswaldo de Oliveira, Arouca minimizou a saída de Leandro Damião da equipe e elogiou o técnico.

"A única alteração é que jogamos com dois meias, e fomos felizes, encaixamos a marcação. Teve jogos em que não encaixamos, mas hoje encaixou", disse Arouca, antes de complementar. "Ele (Oswaldo) é um cara especial, tem dado confiança à equipe. Mesmo nesse momento de dificuldade, disse que a gente tinha condições de reverter, que não ia abrir mão do time que vinha jogando. Sem dúvida, um excelente treinador", concluiu Arouca.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.