Tamanho do texto

Equipe de Curitiba saiu na frente, mas os gaúchos marcaram duas vezes e mantiveram a invencibilidade no Brasileirão

O Internacional sofreu, mas conseguiu vencer o Atlético-PR na noite deste sábado. Em partida válida pela quarta rodada, o time colorado teve bom primeiro tempo no Beira-Rio, mas desceu aos vestiários com o empate sem gols. Já na segunda etapa, após sair atrás no placar, conseguiu a virada e segurou o resultado para chegar a mais uma vitória no Campeonato Brasileiro.

Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

Com este resultado, o Inter chega aos 10 pontos em quatro rodadas e sobe para a liderança do Campeonato Brasileiro. A posição, porém, é provisória, já que Corinthians e Cruzeiro ainda jogam neste domingo e podem ultrapassar o time vermelho. O próximo compromisso do Colorado é nesta quarta-feira, contra o Cuiabá, pela Copa do Brasil.

D'Alessandro comemora o gol durante a virada do Internacional contra o Atlético-PR, no Beira Rio
Gustavo Granata/ Agif/Gazeta Press
D'Alessandro comemora o gol durante a virada do Internacional contra o Atlético-PR, no Beira Rio

Já o Atlético-PR volta a tropeçar e chega a três rodadas sem vitória no Nacional. O Furacão estaciona nos quatro pontos e ocupa a 12ª colocação, mas deve perder o posto na sequência da rodada. A equipe volta a campo pelo Brasileirão para receber a Chapecoense no próximo dia 18, mas faz amistoso contra o Corinthians nesta quarta-feira para inaugurar a nova Arena da Baixada.

O jogo - A exemplo do que aconteceria durante o primeiro tempo inteiro, o Internacional começou a partida ocupando o campo de ataque do Atlético-PR, mas sem criar grandes oportunidades. O primeiro lance que fez o torcedor colorado se levantar da cadeira foi o lançamento de Alex para Aránguiz, mas o chileno foi flagrado em posição de impedimento dentro da área. Pouco depois, D’Alessandro bateu forte, mas a bola subiu demais.

Com maior posse de bola, o Colorado seguia pressionando timidamente, sem frequentar a área inimiga. Em compensação, o time da casa também não cedeu contra-ataque efetivos para o Furacão. Natanael e Marcelo até tentaram os contragolpes, mas o setor defensivo vermelho mostrou estar ligado no jogo para impedir que os avanços virassem chances de gol.

Internacional e Atlético-PR duelaram no Beira-Rio
Roberto Vinicius/Gazeta Press
Internacional e Atlético-PR duelaram no Beira-Rio

Recuado para atuar ao lado de Willians, Alex era o grande responsável pela saída de bola. O meia aproveitou raro momento de frouxidão na marcação adversária para arriscar de longe, aos 19 minutos, mas o goleiro Weverton deixou a bola bater em seu corpo para impedir o gol. Com preocupações defensivas, o Atlético-PR só saía de seu campo nas infrutíferas escapadas de Marcelo pela ponta esquerda.

Diferentemente dos 45 minutos iniciais, o segundo tempo reservou muitas emoções. O primeiro gol saiu aos sete minutos, quando Marcos Guilherme aproveitou falha da zaga colorada e sobra de bola na área para bater forte de direita. Mas o Furacão ficou pouco na frente.

Logo na sequência, D’Alessandro recebeu bola na intermediária e bateu de chapa, com o pé direito, para acertar o cantinho de Weverton e igualar o jogo em belo chute. Com o empate, o Colorado voltou a tomar as rédeas da partida.

Aos 15, quase saiu o segundo do Inter, quando D'Alessandro tentou chute da entrada da área e obrigou Weverton a fazer boa defesa para impedir a virada colorada. E, após tanto pressionar, o time da casa foi às redes novamente aos 21: Alan Patrick recebeu na entrada da área e encheu a canhota para acertar o ângulo e marcar um golaço.

Com a vantagem, o Inter obrigou o Atlético-PR a sair de trás, mas conseguiu segurar o ímpeto adversário. Nem as investidas desesperadas do goleiro Weverton na área adversária em cobranças de escanteio rendeu o empate, e o Colorado garantiu o triunfo por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 x 1 ATLÉTICO-PR

Local : Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Data : Sábado, 10 de maio de 2014
Horário : 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Sandro Meira Ricci (FIFA-PE)
Assistentes : Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos FIFA-SP)
Cartões amarelos : Alex, Williams e Aránguiz, do Internacional; Deivid, do Atlético-PR.

Gols :
INTERNACIONAL: D’Alessandro aos nove, e Alan Patrick aos 22 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Marcos Guilherme aos sete minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL : Dida, Gilberto, Paulão (Ernando), Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex, D’Alessandro e Alan Patrick (Otávio), Rafael Moura (Wellington Paulista)
Técnico : Abel Braga

ATLÉTICO -PR: Weverton, Suéliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Otávio (Felipe), Deivid, Paulinho Dias e Marcos Guilherme; Marcelo (Mosquito) e Éderson (Bruno Mendes)
Técnico : Miguel Árgel Portugal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.