Tamanho do texto

Para técnico, time cumpriu quase todos os objetivos com vitória sobre o Nacional e classificação na Copa do Brasil

Corintianos comemoram um dos gols para cima do Nacional na Arena da Amazônia
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Corintianos comemoram um dos gols para cima do Nacional na Arena da Amazônia

O Corinthians saiu de campo na Arena da Amazônia com vitória por 3 a 0 sobre o Nacional , vaga na terceira fase da Copa do Brasil sem a necessidade do jogo de volta e aprovação de todos. O técnico Mano Menezes, por exemplo, disse ter gostado do que viu. 

O que achou da atuação do Corinthians diante do Nacional-AM? Comente com outros leitores

"Dos objetivos a ser alcançados hoje, conseguimos quase todos. Tivemos alguns minutos em que nos desorganizamos no segundo tempo, mas é compreensível pelo desgaste físico. A própria estratégia deles foi forçar após o intervalo, em um momento em que já estávamos mais cansados", afirmou o gaúcho.

Leia mais: Guerrero desencanta e ajuda Corinthians a cumprir meta e obter classificação

Como havia feito na primeira fase, com a vitória por 2 a 0 sobre o Bahia de Feira de Santana, o Corinthians resolveu o confronto em um só jogo. Essa eficiência foi valorizada pelo comandante, especialmente pelas dificuldades físicas, com quase 30º C e muita umidade.

"Foi um jogo difícil. Jogamos contra o clima, em um lugar muito quente. Isso acabou desgastando a equipe. Ainda bem que conseguimos dois gols rapidamente, o que ajudou. Sofremos um pouco no segundo tempo, porque a equipe deles veio para cima, mas conseguimos a classificação", afirmou Petros.

E ainda: Guerrero marca na Copa do Brasil e se diz aliviado com fim de jejum de gols

E para completar, o goleiro rival ajudou no gol de Romarinho. "O chufe foi fraco. Azar dele, sorte minha. O importante foi que a bola entrou e fiz meu primeiro gol na Copa do Brasil. Espero sempre fazer os meus gols e ajudar a equipe", comentou o atacante, artilheiro alvinegro na temporada.

Jogadores do Corinthians homenageiam Ayrton Senna antes do jogo com o Nacional-AM
Clovis Miranda/VIPCOMM
Jogadores do Corinthians homenageiam Ayrton Senna antes do jogo com o Nacional-AM


Mano também falou da atuação de seus comandados no calor de Manaus e seguiu com os elogios. "Jogamos em um ritmo forte até quando pudemos, e isso me deixa contente. O regulamento da competição dá essa condição da definição em um jogo, e aproveitamos bem nas duas oportunidades, ganhamos uma semana de trabalho", disse o técnico, que deu descanso a Fábio Santos - o jogo todo - e a Guilherme e Romarinho, que entraram no segundo tempo.

O comportamento animou o treinador em relação ao futuro na Copa do Brasil - a terceira fase será contra América-MG ou Bahia - e também no que se refere ao Campeonato Brasileiro. "A equipe suportou bem e está entrando nos eixos, mas sabemos que precisamos continuar trabalhando."

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.