Tamanho do texto

Time da capital paulista esteve próximo de sua primeira vitória na Série B, mas sofreu gol aos 47 do segundo tempo

Nesta terça-feira, foi inaugurada a terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B . Atuando no estádio Nabi Abi Chedid, o Bragantino empatou com a Portuguesa , pelo placar de 2 a 2. Os gols do time de bragança foram marcados por Gustavo Campanharo e Guilherme Mattis, ao passo que Romão e Coutinho anotaram em favor da equipe do Canindé.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

Assim, o clube do interior segue invicto na competição, chegando aos quatro pontos. Por sua vez, a Lusa, que não disputou a partida inaugural, diante do Joinville, segue sem triunfar, somando dois.

Gabriel Xavier, da Portuguesa, e Yago, do Bragantino, em disputa de bola durante o duelo das duas equipes pela Série B do Brasileirão
Gazeta Press
Gabriel Xavier, da Portuguesa, e Yago, do Bragantino, em disputa de bola durante o duelo das duas equipes pela Série B do Brasileirão

O próximo desafio do Alvinegro será no dia 10 de maio, sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do América-MG. O palco do embate é o estádio Nabi Abi Chedid. Por sua vez, o clube rubro-verde mede forças com o Boa Esporte, no estádio Prefeito Dilzon Luiz de Melo, em Varginha-MG. Tal compromisso, que terá início às 21h50, está marcado para o dia 6 de maio, terça-feira.

O jogo

Atuando em seus domínios, o Bragantino criou sua primeira chance de gol logo aos dois minutos de partida. Após arrancar pela ponta direita, Léo Jaime invadiu a área e acabou desarmado. Porém, aproveitando a sobra de bola, o lateral-esquerdo Pará emendou firme e mandou a bola rente à trave esquerda dos visitantes.

Com 23 jogados, Léo Jaime voltou a escapar pelo setor direito, mas concluiu na rede, pelo lado de fora. A primeira chance da Portuguesa veio apenas aos 31, quando o meia Gabriel Xavier exigiu boa defesa de Leandro Santos em finalização de dentro da área.

No início da segunda etapa, o Rubro-verde quase foi às redes com uma ajuda da defesa bragantina. Aos cinco minutos, Gabriel Xavier alçou a bola na área e Vander desviou de cabeça. Na execução do corte, o zagueiro Yago mandou a bola perigosamente rente ao próprio travessão.

Quando o relógio apontou a marca dos 21, o Bragantino inaugurou o marcador em seus domínios. Em rápido contragolpe, Francesco partiu pela intermediária e protagonizou uma bela assistência para Pará, que invadiu a área e finalizou por cobertura. A bola do lateral-esquerdo tocou o travessão, porém, no rebote, lá estava o camisa 10 Gustavo Campanharo para balançar as redes.

Com o gol sofrido, a Lusa foi ao ataque e criou boas chances. Aos 26 minutos, o zagueiro Wagner Fogolari aproveitou uma bola alçada por Gabriel Xavier e testou rente ao travessão. Porém, com 38, o clube do Canindé teve êxito em sua conclusão e empatou o jogo, em cabeçada firme do centroavante Romão, que entrou no lugar de Caion.

Aos 44 minutos, o clube paulistano virou o jogo em Bragança Paulista. Arnaldo cruzou na área e viu Romão, desajeitadamente, tocar de ombro na bola, que caiu limpa para a finalização de Coutinho, que não desperdiçou. Porém, nos acréscimos, o zagueiro Guilherme Mattis aproveitou uma sobra de bola na área e concluiu firme de cabeça para vencer Glédson.

FICHA TÉCNICA -  BRAGANTINO 2x2 PORTUGUESA

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP
Data: 29 de abril de 2014, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho-SP
Assistentes: Bruno Salgado Rizo-SP e Fábio Rogério Baesteiro-SP
Cartões amarelos: Guilherme Mattis e Fabiano (Bragantino); Djair, Coutinho, Vander e Wagner Fogolari (Portuguesa)

GOLS:
BRAGANTINO: Gustavo Campanharo, aos 21’ do 2T, e Guilherme Mattis, aos 47' do 2T
PORTUGUESA: Romão, aos 38’ do 2T, e Coutinho, aos 44' do 2T

BRAGANTINO: Leandro Santos; Alex Moraes (Gustavo Carbonieri), Guilherme Mattis e Yago; Geandro, Francesco, Fabiano (Luisinho), Gustavo Campanharo, Léo Jaime (Danilo Alves) e Pará; Tássio
Técnico: Marcelo Veiga

PORTUGUESA: Glédson; Arnaldo, Wagner Fogolari, Djair e Eduardo; Coutinho, Rudnei (Laércio), Gabriel Xavier, Allan Dias e Vander (Maycon); Caion (Romão)
Técnico: Argel Fucks

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.