Tamanho do texto

Em Londres, time espanhol manteve invencibilidade. Fez 3 a 1 de virada e encontrará o rival Real Madrid em Lisboa no dia 24

Após 40 anos, o Atlético de Madri voltou à final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta quarta-feira venceu o Chelsea por 3 a 1, jogando fora de casa, em Stamford Bridge e chegará invicto à decisão. Os gols da virada foram marcados por Adrián López, Diego Costa e Arda Turan, enquanto que Fernando Torres abriu o placar para os ingleses. O clube espanhol terá pela frente seu rival, o Real Madrid , na final disputada em Lisboa, dia 24 de maio.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Liga dos Campeões

O resultado global da chave terminou com o mesmo placar da partida desta quarta-feira, já que Atlético de Madri e Chelsea empataram em 0 a 0 no estádio Vicente Calderón, na capital espanhola, no jogo de ida.

A decisão totalmente espanhola não é inédita, já que Real Madrid e Valência decidiram a competição em 2000. A final da Liga dos Campeões da Europa desta temporada será no dia 24 de maio, em Lisboa, no Estádio da Luz. O Atlético de Madri chega invicto na decisão.

O jogo - O Atlético de Madri começou surpreendendo na sua escalação inicial. Raúl Garcia, que era cotado para começar como titular no ataque junto a Diego Costa, não entrou. Simeone preferiu apostar em Adrián López.

O time da capital espanhola teve a primeira chance da partida aos quatro minutos. Koke cobrou escanteio no meio da área, que foi rechaçado pelos defensores londrinos. No rebote, a bola sobrou de novo para Koke que lançou novamente em direção ao arco, só que acabou surpreendendo Schwarzer, já que a bola tocou no travessão.

Apesar da boa chance dos colchoneros, o Chelsea tinha mais domínio da bola. Aos 22 minutos, David Luiz recebeu na área e dominou de costas para o gol de Courtois, armando uma bicicleta que passou tirando tinta da trave direita do Atlético.

Ambos os times pouco arriscavam nas balizas defendidas por Schwarzer e Courtois. Aos 35 minutos, o Chelsea finalmente bateu no gol e anotou o seu primeiro tento. Willian foi até a linha de escanteio e driblou os zagueiros colchoneros, deixando a esférica para Azpilicueta , que cruzou rasteiro para Fernando Torres apenas empurrar para o fundo das redes, contando ainda com um desvio de Mário Suárez.

O empate do Atlético de Madri veio antes dos times irem para os vestiários de Stamford Bridge. Após uma série de passes em volta da área dos Blues, Tiago mandou um lançamento em direção à linha de fundo do escanteio. Juanfran evitou a saída da bola e tocou para Adrián conferir livre no gol inglês.

O segundo tempo começou com uma clara dominância do Atlético de Madrid, embalado pelo gol no final da primeira etapa. Apesar disso, o Chelsea deu o primeiro susto, aos sete minutos. Após cruzamento na área, Terry subiu mais que os zagueiros rivais e cabeceou para baixo, obrigando Courtois a fazer uma boa defesa.

Samuel Eto’o, que havia acabado de entrar no lugar de Ashley Cole, cometeu pênalti sobre Diego Costa aos 12 minutos. Ele mesmo foi para a cobrança e converteu o segundo gol do Atlético de Madri na partida, batendo alto e no centro do gol de Schwarzer.

O Chelsea quase chegou ao empate aos 18 minutos. Após lançamento na área, David Luiz cabeceou forte e o goleiro belga Courtois defendeu no susto, jogando para escanteio.

O Atlético decidiu a chave aos 26 minutos. Tiago fez um lindo lançamento do meio-campo para Juanfran receber na lateral direita. O jogador cruzou na área e achou Arda Turan, que mandou de cabeça, batendo no travessão, e no rebote, chutou para fazer o terceiro gol dos colchoneros.

O Chelsea tentou reagir, mas não conseguia armar mais jogadas. O Atlético de Madri aproveitou para aumentar a posse de bola e não passar sustos nos minutos finais da semifinal.

FICHA TÉCNICA
CHELSEA 1 X 3 ATLÉTICO DE MADRI

Local: Stamford Bridge, em Londres
Data: 30 de abril de 2014
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Renato Faverani e Elenito Di Liberatore (ambos da Itália)
Cartões Amarelos: Cahill (Chelsea); Diego Costa e Adrián (Atlético)
Gols: CHELSEA: Fernando Torres, aos 35 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO DE MADRI: Adrián, aos 44 minutos do primeiro tempo, Diego Costa (pênalti), aos 15 minutos do segundo tempo e Arda Turan, aos 26 minutos do segundo tempo.

CHELSEA: Schwarzer; Ashley Cole (Eto'o), Cahill, Terry, Ivanovic; David Luiz, Azpilicueta, Ramires, Hazard, Willian (Schurle); Fernando Torres (Demba Ba)
Técnico: José Mourinho

ATLÉTICO DE MADRI: Courtois; Juanfran, Miranda, Godín, Filipe Luís; Tiago, Mario Suárez, Arda (Rodríguez) Turan, Koke; Adrián (Raúl Garcia) e Diego Costa (Sosa)
Técnico: Diego Simeone

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.