Tamanho do texto

Vitória anima gaúchos para decisão na Libertadores, enquanto mineiros jogaram em crise para seguir na luta pelo bi

A estreia do técnico Levir Culpi no comando do Atlético-MG não foi da forma que o treinador e a torcida alvinegra esperavam. Jogando na Arena Grêmio, o time mineiro foi derrotado por 2 a 1 pelo misto do Grêmio , armador por Enderson Moreira. Enquanto os gaúchos mostraram muita disposição em campo, a equipe mineira manteve o futebol ruim dos tempos de Paulo Autuori.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O primeiro gol do jogo saiu logo aos dez minutos, e veio dos pés de Alan Ruiz, que cobrou falta com a canhota acertando o canto direito de Victor, que se esticou todo, mas não evitou a abertura do placar. Não demorou muito e a defesa alvinegra errou bisonhamente em recuo de bola, que foi antecipado por Lucas Coelho que fez o segundo gol. No fim do segundo tempo, Fernandinho marcou o tento de honra dos atleticanos.

Confira na galeria as imagens da 2ª rodada do Brasileirão:

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG terá compromisso contra o Goiás, enquanto o Grêmio vai visitar o Santos, na Vila Belmiro, os dois jogos serão realizados no próximo domingo. Antes, porém, mineiros e gaúchos terão desafios pela Libertadores, contra os colombianos do Atlético Nacional e diante dos argentinos do San Lorenzo, respectivamente.

O jogo

Mesmo atuando com um time misto, foi o Grêmio que tomou a iniciativa do jogo nos primeiros minutos. A primeira chance de gol saiu dos pés de Luan, com ótimo chute de fora da área, que obrigou o ex-gremista Victor a fazer grande defesa. Após uma instabilidade inicial, o Galo foi aos poucos acertando o posicionamento, o que estabeleceu um cenário de equilíbrio de forças.

Com as duas equipes imprimindo um ritmo cadenciado ao jogo, a valorização da posse de bola foi prioridade de atleticanos e gremistas. No duelo de estratégias, melhor para os donos da casa, que usaram uma jogada de bola parada para abrir o placar. Aos dez minutos, Alan Ruiz cobrou falta com enorme precisão, e acertou o canto direito de Victor, que se esticou todo, mas não conseguiu impedir a abertura do marcador.

O Atlético-MG claramente sentiu o gol do Grêmio. Prova disso é que a transição da defesa para ataque, passando pelo meio-campo não funcionou bem, com os gaúchos controlando melhor o jogo. Em um vacilo geral da defesa do Galo, Lucas Coelho foi mais esperto que os defensores e antecipou bola que seria para Victor, ampliando o placar e dando tranquilidade para os gremistas.

Mesmo em desvantagem, os mineiros seguiram com dificuldades para agredir o Grêmio. Tardelli, Jô e Fernandinho tiveram que voltar até o meio-campo para participar mais da partida já que a bola não chegava à frente. Aos 26, o Galo finalmente obrigou Marcelo Grohe a trabalhar em boa falta cobrada por Ronaldinho.

À beira do campo, Levir Culpi tentava corrigir os erros do Galo, mas os atletas seguiram com problemas para ultrapassar as linhas de marcadores do Grêmio. No fim da etapa inicial, o Atlético-MG até melhorou um pouco, mas sem animar muito os torcedores que resolveram prestigiar o time em Porto Alegre.

O panorama do segundo tempo mudou pouco em relação aos 45 primeiros minutos, ou seja, o Grêmio com as rédeas da partida, contra um Atlético-MG pouco eficiente em termos ofensivo e errando muito na defesa, o que fez os gaúchos administrarem a partida com relativa tranquilidade. Na verdade, os donos da casa estavam mais perto de ampliar a contagem que o Galo de fazer o primeiro gol.

Nas poucas vezes em que conseguiu finalizar, os arremates dos atacantes atleticanos saíram sem direção, como no tiro de Fernandinho aos 15, que passou sobre o travessão de Marcelo Grohe. O Grêmio rapidamente respondeu com o estreante Rodriguinho, que aproveitou mais uma bobeada defensiva dos visitantes e emendou com chute de primeira para milagre de Victor.

Na tentativa de mudar alguma coisa no futebol do Atlético-MG, o técnico Levir Culpi resolveu trocar Tardelli e Ronaldinho, muito vaiado pelo torcedor gremista, por Marion e Guilherme. As alterações deixaram o Galo mais ofensivo, e aos 39, Fernandinho anotou o gol de honra, voltando a balançar as redes, o que não acontecia para o atacante desde novembro do ano passado.

FICHA TÉCNICA -  GRÊMIO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 27 de abril de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Neuza Inês Back (ambos Fifa/SC)
Público: 9.245 pagantes
Renda: R$ 274.344,00
Cartões amarelos: Alan Ruiz, Rodriguinho, Bressan (Grêmio). Otamendi, Leonardo Silva, André (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Bressan (Grêmio)
Gols: GRÊMIO: Alan Ruiz, aos dez, e Lucas Coelho, aos 21 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-MG: Fernandinho, aos 39 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Moisés, Saimon, Bressan e Breno; Matheus Biteco, Ramiro, Alan Ruiz, Rodriguinho (Walace) e Luan (Everton); Lucas Coelho (Rafael Thyere)
Técnico: Enderson Moreira

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Otamendi e Emerson Conceição; Pierre, Leandro Donizete (André), Tardelli (Marion) e Ronaldinho (Guilherme), Fernandinho e Jô
Técnico: Levir Culpi

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.