Tamanho do texto

Mesmo tendo um orçamento reduzido, técnico acredita que o time não pode passar pelo mesmo sufoco do ano anterior

Caio Júnior comanda treino do Criciúma
Divulgação
Caio Júnior comanda treino do Criciúma

Caio Júnior, técnico do Criciúma , comparou a equipe ao Vitória, clube que comandou em 2013. Mesmo tendo um orçamento menor hoje, ele acredita que o time de Santa Catarina não pode passar pelo mesmo sufoco do ano anterior, quando lutou contra o rebaixamento até as rodadas finais.

"O Vitória tinha um orçamento um pouco maior que o Criciúma e nós conseguimos formar uma equipe que foi campeã baiana de uma forma inesquecível, com o 5 a 1 e o 7 a 3 em cima do Bahia. Aqui é diferente. Além do orçamento menor, eu peguei a equipe muito próximo da competição, tendo que contratar e dispensar jogadores em um período que não é tão fácil", explicou o técnico, em entrevista concedida ao programa Arena Sportv.

O treinador também fez questão de elogiar as condições e a estrutura que o clube dá aos jogadores e à comissão técnica, mas ressalta a necessidade de um elenco mais qualificado.

"O clube dá uma ótima condição de trabalho, aqui tudo funciona. Temos um centro de treinamento, temos um belo estádio, temos alimentação, salário em dia. Não falta nada. O que falta é realmente termos uma equipe competitiva para orgulhar esses torcedores que incentivam", apontou Caio Júnior.

Manter-se na Série A parece que é o principal objetivo do técnico, porém não vai se contentar somente com isso.

"O primeiro objetivo é conseguir uma pontuação para fugir dessa zona de rebaixamento, que é terrível para todos. Mas eu sempre quero mais e vou conseguir", concluiu o treinador.

O próximo desafio do Criciúma é contra o Goiás, no domingo, às 18h30, no Estádio Juscelino Kubitschek, em Itumbiara.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.