Tamanho do texto

"Pecamos na hora de finalizar, mas ficamos felizes porque estamos criando bem as jogadas", afirmou Guilherme

Cada um dos três jogadores mais avançados do Atlético-MG teve uma chance clara para marcar no empate por 0 a 0 com o Corinthians , em Uberlândia, na cara do goleiro Cássio. As falhas foram lamentadas por Paulo Autuori, mas o técnico procurou passar a confiança a Guilherme, Diego Tardelli e Fernandinho.

"Conversei com os atletas. Esses lances não podem colocar em dúvida o potencial e a qualidade que têm. Eles já mostraram que são importantes nos títulos do ano passado, e as coisas vão acontecer com naturalidade. Tenho certeza de que a equipe vai ser competitiva a partir do momento em que formos mais incisivos na frente", disse.

Guilherme foi o primeiro a aparecer livre na área, batendo de pé esquerdo e parando em Cássio. Tardelli teve sua oportunidade já na etapa final, recebendo sozinho e batendo forte por cima. O terceiro a duelar com Cássio foi Fernandinho, que tentou driblar o goleiro e sofreu com sua envergadura.

"Pecamos na hora de finalizar, mas ficamos felizes porque estamos criando bem as jogadas", afirmou Guilherme, que não figurava na lista de prováveis titulares na partida contra o Corinthians. Jô, com dores na coxa direita, acabou sendo preservado para o duelo com o Nacional, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O centroavante será escalado em Medellín, na primeira parte do confronto com os colombianos, pelas oitavas de final da principal competição sul-americana. A expectativa de Autuori é que a presença de um homem de área melhore as finalizações alvinegras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.