Tamanho do texto

Um dos maiores ícones do jornalismo esportivo faleceu na tarde deste sábado em decorrência de um infarto

Narrador Luciano Do Valle morreu neste sábado aos 66 anos
Reprodução
Narrador Luciano Do Valle morreu neste sábado aos 66 anos

O narrador Luciano do Valle morreu na tarde deste sábado, aos 66 anos. Ele estava a caminho de Uberlândia, onde trabalharia na transmissão da partida entre Atlético-MG e Corinthians, na estreia do Campeonato Brasileiro, e teve um mal súbito. 

Leia também:  Galvão Bueno lamenta morte de Luciano do Valle: 'Como será a Copa sem ele?'

De acordo com o comentarista Neto e o repórter Fernando Fernandes, que também estavam no avião, Luciano começou a transpirar e a passar mal dentro da aeronave. O médico cardiologista Roberto Botelho- que estava no mesmo vôo - foi quem prestou o primeiro atendimento e o ajudou a encaminhá-lo a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Genoveva, em Uberlândia. Ele, no entanto, não resistiu

Conheça os dez sinais de que você pode estar sofrendo um infarto

"É um dia muito triste, mas o Luciano não sofreu. Pelo o que apresentou, ele teve morte súbita, que é a morte que acontece com menos de uma hora antes de a pessoa apresentar os sintomas. As hipóteses que temos é que Luciano pode ter tido uma embolia pulmonar e infarto, mas elas só podem ser esclarecidas com  a necropsia. Ele não sofreu. Ele teve a assistência que precisava", disse o médico ao programa "Brasil Urgente", da TV Bandeirantes.

Neste domingo, o corpo do narrador será velado na Câmara Municipal de Campinas, cidade do interior de São Paulo, onde Luciano do Valle nasceu. O enterro ocorrerá no cemitério Parque Flamboyant, no mesmo dia, às 16h. 

Luciano sequer cogitava a aposentadoria e se preparava para trabalhar na Copa do Mundo no Brasil.  Em 2012,  ele chegou a se afastar da TV devido a um problema de saúde, mas se dizia animado com os próximos eventos esportivos no país.

O narrador é um dos ícones do jornalismo esportivo ao narrar grandes eventos do esporte brasileiro e mundial, além de tornar-se um dos principais divulgadores dos esportes olímpicos. Luciano está na televisão brasileira desde a década 70 e era o principal narrador da TV Bandeirantes, onde teve duas passagens de 1983 a 2003 e depois de 2006 até os dias de hoje.

Confira a biografia de Luciano do Valle

Nascido em Campinas, no interior de São Paulo, Luciano do Valle iniciou a carreira no jornalismo esportivo ainda muito jovem. Aos 16 anos, foi locutor da Rádio Educadora ao lado do radialista Lombardi Netto e, em seguida, passou a narrar partidas de futebol para a Rádio Brasil de Campinas.

Em São Paulo, começou na Gazeta e, em 1968, juntou-se à equipe esportiva da antiga Rádio Nacional de São Paulo, onde fazia a cobertura de vôlei, basquete e outras modalidades. Dois anos depois, participou da cobertura da conquista do tricampeonato na Copa do Mundo no México pela Rádio Nacional.

Na década de 70, Luciano participou da equipe da Globo na cobertura dos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, e Copa da Alemanha, em 1974. Neste período também narrou o bicampeonato de Emerson Fittipaldi no Grande Prêmio dos Estados Unidos e o acidente do piloto Nikki Lauda no circuito de Nurburgring em 1976.

O narrador também esteve presente nas coberturas em diversas edições dos Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Na década de 90, já na TV Bandeirantes, apresentou o "Show do Esporte", exibido aos domingos e com longa duração, onde falava de diversas modalidades esportivas desde boxe, automobilismo, futebol e esportes olímpicos. Ele também foi um dos maiores responsáveis por popularização do vôlei, onde ganhou o apelido de "Luciano do Vôlei".

A última narração de Luciano do Valle aconteceu na final do Campeonato Paulista, durante a partida entre Santos e Ituano, no último domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.